Conhecendo o Cirandeira Bela em Manacapuru

Conhecendo o Cirandeira Bela em Manacapuru

Ir conhecer a Balneário Cirandeira Bela já estava nos planos há algum tempo, está localizado no município de Manacapuru a 105km do Centro de Manaus.

Em diversos momentos já tínhamos planejado conhecer, comprado ingresso e por motivos variados não tinha sido possível a visita.

Fachada

Tiramos o dia para utilizar o day-use e também almoçar uma comida regional. Devo dizer logo de cara, choveu bastante!

Se você quer saber mais sobre a experiência, vem comigo.

O que é? 

Um balneário e hotel que nos proporciona ter uma experiência bem amazônica, com piscinas com água do rio, cascata, brinquedos infantis, um local para toda familia. 

Endereço? 

Estrada de Novo Airão AM 352, Km 10, s/n | Zona Rural | Manacapuru | Amazonas

CEP: 69.400-000

Contato: WhatsApp: 55 (092) 98233-5151

E-mail: contato@cirandeirabela.com

Site: https://cirandeirabela.com/

Instagram? https://www.instagram.com/cirandeirabela_amazoncabins/

Horário de Atendimento

Funcionamento do Balneário todos os dias das 09:00 às 17:30

Precisa de agendamento?

Para chegar sem perigo de não conseguir entrar, o ideal é antecipar a compra.

Devido aos decretos estaduais os balneários estão com a lotação reduzida. E o local não fica tão perto de Manaus para dar viagem perdida.

A central de reserva funciona bem pelo Whatsapp, nos dias de segunda à sexta das 9:00 às 18:00 

Valores e forma de pagamento? 

Compra do DAY USE antecipada pelo whatsapp (pelo menos 24hrs de antecedência da data solicitada).

Sai pelo valor de: (Valores de 2020)

  • R$ 10,00 por pessoa aos sábados, domingos e feriados 
  • R$ 5,00 por pessoa nos demais dias.

Entrada cobrada para crianças a partir de 12 anos (se menor de 12 anos, enviar foto da certidão de nascimento ou RG).

Se a compra for feita direto na portaria (está sujeito à disponibilidade de mesa):

  • R$ 15,00 por pessoa aos sábados, domingos e feriados 
  • R$ 10,00 por pessoa aos demais dias.

Entrada cobrada para crianças a partir de 12 anos.

Formas de pagamento (devendo ser efetuado em até 24hrs):

  • Transferência bancária;
  • Link de pagamento no cartão de crédito (acréscimo de taxa 4.99%);
  • PIX.

Ambiente

O atendimento 

O atendimento para a compra de ingressos pelo whatsapp foi bem rápido.

 Recebemos também todas as informações sobre a nossa reserva e o comprovante da compra. 

Além disso, nos foram passadas outras informações adicionais. 

  • No dia de sua reserva, sua mesa estará assegurada até as 13:00.
  • Não é permitida a entrada de caixa de som de qualquer tipo.
  • Não é permitida a entrada de comida ou bebidas, pois temos todo serviço de bar e restaurante.
  • Cancelamento do Day Use deverá ser comunicado pelo Whatsapp com até 24hrs de antecedência da sua data de reserva, devendo o valor ser estornado com desconto de 10% de taxas administrativas.
  •  Para reagendamento de data deverá ser comunicado com até 24hrs de antecedência da sua data de reserva, mediante disponibilidade da nova data solicitada.
  • No caso de desistência sem cancelamento: o valor pago não será estornado e o ingresso não poderá ser reagendado, caso solicitado. 

Como é a experiência?

Saímos de Manaus às 9:10 da manhã e chegamos no Cirandeira às 11:10.

O percurso não é tão longo. Mas a estrada Manaus-Manacapuru não estava tão boa.

Tivemos a sorte que não choveu em boa parte do trajeto apesar do tempo estar feio.

Logo na chegada há um funcionário verificando os ingressos ou vendendo para quem decidir comprar lá. 

Entrada

No local há estacionamento, sem custo adicional.

Saindo do estacionamento temos a recepção, que vende vários itens de banho e de conveniência.  

Logo que chegamos emergimos em um ambiente tipicamente amazônico.

De decoração foram talhados vários animais na madeira. 

No lado esquerdo do restaurante principal conseguimos observar várias araras que estavam se alimentando e fazendo algazarra nas árvores.

Arara

Restaurante

Podemos escolher entre ficar:

  1. No restaurante principal onde é servido o almoço;
  2. Nas mesas em frente ao rio e toda a estrutura do balneário;
  3. No bar na lateral do restaurante principal. 

Decidimos pelo primeiro, até mesmo porque no restaurante era garantido que não iriamos nos molhar caso viesse a chover. Eu sei que fomos tomar banho, mas não para ficar molhado o tempo todo. 

Logo que chegamos já pedimos o almoço e ele levou cerca de 1 hora para ficar pronto. 

O atendimento 

O atendimento no restaurante foi bem cordial, mas acredito que o serviço da cozinha estava um pouco devagar, pois mesmo sem o balneário estar cheio percebi que o nosso almoço demorou mais que o normal para chegar. 

O almoço regional no Cirandeira Bela

Por ser um lugar bem turístico, imaginei que iríamos encontrar valores bem mais altos, mas me surpreendi positivamente.

Achei que os valores estavam dentro da média praticada em Manaus. 

Pirarucu

Pedimos duas porções de filé de pirarucu frito que custou o valor de R$50,00 cada uma.

Caldeirada de Tambaqui

E uma caldeirada de tambaqui que custou o valor de R$80,00. Esses pratos serviram ao todo 7 pessoas com folga.

Devido ao COVID-19, eles não tem um cardápio, todos os cardápios são virtuais.

Mas mesmo sem internet móvel conseguimos acessar, pois o sistema funciona bem.

O Balneário Cirandeira Bela

Pedido o almoço fomos aproveitar o balneário.

Existem vários pontos de banho, alguns mais rasos que outros. É possível nadar e tem até uma hidromassagem natural.

Em alguns pontos como a ponte não tem jeito vai molhar os pés. 

As crianças também têm muita diversão, com alguns escorregadores e até um leme de barco caso queiram brincar. 

Arara

Os chalés

Fomos principalmente para utilizar a estrutura do Balneário, mas o local dispõe de chalés para locação e também de a Oca King – também conhecida como Casa de Vidro.

Fiz uma pesquisa no site deles, e aos finais de semana, para essa acomodação só tem disponibilidade para Outubro.  

Consulta

O grande atrativo dessa hospedagem é:

  • Quarto privativo
  • Com vista para a floresta
  • Parte do rio privativo. 

O local é composto por dois andares.

No primeiro andar ficam vários sofás com vista para o rio e a floresta. 

Piso Inferior

No piso superior fica o quarto que tem todas as paredes de vidro e uma varanda com vista também para a floresta e o rio.

Floresta

Valores

Para as ocas mais simples o valor está 262,50 para os finais de semana. 

Já a Oca King sai a cerca de 685,44 reais para uma diária, abaixo deixo a pesquisa que fiz. 

Consulta

É claro, você consegue pesquisar nos principais sites de busca, para ver qual o menor valor. 

Quanto a hospedagem não sei dizer se vale a pena o investimento, quem sabe uma próxima vez.

Prevenção da COVID-19:

Quando chegamos ao local foi aferida nossa temperatura e também haviam vários totens de álcool em gel espalhados pelo balneário. 

E deveríamos seguir as seguintes regras:

  • Só será permitido a entrada de pessoas que estejam com temperatura até 37,4°C;
  • Uso obrigatório de máscara na loja de conveniência;
  • Uso sugestivo de máscara em todo ambiente comum do balneário;
  • Obedecer o distanciamento social de no mínimo 2 metros, tanto dentro do igarapé quanto fora;
  • Sugerimos o uso de álcool em gel de uso pessoal.

Quanto a isso, não ficamos preocupados, pois o balneário estava com uma lotação baixa, então era possível ter um bom distanciamento entre as pessoas. 

O que pode melhorar?

O local só aceita pagamentos em Débito ou dinheiro.

Se o pagamento for feito em cartão de crédito, tanto online quanto presencial, eles cobram uma taxa de 4,99% que achei completamente fora da realidade e poderia melhorar. 

Conclusão

De um modo geral é uma experiência bacana para quem quer conhecer um pouco da floresta e cultura amazonense sem abrir mão do conforto.

Ou mesmo quem é de Manaus e só quer sair um pouco da cidade. 

Mas devo advertir que a estrada para lá poderia estar com um asfalto bem melhor e principalmente sinalizada. 

Acredito que a experiência teria sido melhor se não tivesse chovido tanto e tivesse saído pelo menos um solzinho.

E você conhece esse Balneário? Gosta de experiências Amazônicas? Deixa seu comentário

Fonte: Cirandeira Bela

Passeios Imperdíveis: O que fazer em Manaus?

Passeios Imperdíveis: O que fazer em Manaus?

Sendo Manauara é impossível não sugerir o que fazer por aqui, temos várias experiências que são realmente imperdíveis.

Criei uma lista que do meu ponto de vista, como moradora, são experiências obrigatórias de serem feitas quando vier a Manaus.

Experimentar a Culinária Amazonense

Todo mundo que já veio a Manaus pelo menos uma vez é encantado por essa culinária sem igual.

Há opções de comida regional para todas as refeições. No café aquela tapioca com tucumã, que pode virar também um x-caboquinho (pão com tucumã, banana frita, queijo e ovo) levinho né?

Temos muitos cafés regionais espalhados pela cidade com varias opções de café regional 😋 esse da foto é o básico que fazemos no dia a dia.

Café e Almoço

Para o almoço recomendo muito a nossa sardinha frita, o tambaqui assado, pirarucu de casaca e farofa de banana. Esses pratos fazemos bastante em casa, mas também temos vários restaurantes com essas delícias. Manaus é bem famosa pelos peixes, e todo mundo que vem procura e quer experimentar. E com certeza vale a pena.

Sardinha

Pro jantar, temos o açaí com tapioca, aqui diferente do de Belém, colocamos açúcar e costumamos tomar ele na versão frozen. Além dele, temos o tacacá. Todos esse pratos são vendidos na cidade em muitas versões e em vários pontos turísticos como a Ponta Negra e o Teatro Amazonas.

Vir a Manaus é experimentar todas essas delícias. É impossível sair daqui sem amar algum desses pratos.

Temos até o ditado que: “Quem como Jaraqui não sai mais daqui”.  Inclusive jaraqui é outro peixe que super recomendo.

Tour pelo Rio Negro

Nesse passeio somos levados a conhecer várias atrações em um dia só como: encontro das águas, nadar com os botos, visitar tribo indígena, ver as vitórias régias, pesca de pirarucu e caminhada na mata.

Além é claro de uma delícia de almoço regional.

Ponte sobre o Rio Negro

Ponte Manaus - Iranduba

Nesse passeio vemos a ponte Manaus-Iranduba por outro ângulo, bem mais nítida e sem outros elementos que atrapalham visualiza-la. Uma ótima oportunidade de tirar boas fotos.

Encontro das Águas 

A seguir somos levados para ver o encontro das águas que é um espetáculo, chegamos até parar um tempo para que todos possam tirar fotos e apreciar a vista, porém não ficamos por muito tempo.

Encontro das Águas

Nado com o Boto

Não sou muito fã desse tipo de interação com animais, por isso não cheguei a entrar na água nessa parte, mas faz parte desse passeio.

Também existe um outro ponto na parte da caminhada da mata que você interage com bicho preguiça, jacaré e outros animais, chegamos a mostrar no vídeo, mas não tirei fotos pois não sou a favor, porque sei que isso estressa os animais por serem tirados dos seus ambientes naturais.

Nado com os Botos

Caminhada na Mata

A caminhada na mata é bacana, o guia vai mostrando várias árvores e explicando as curiosidades sobre como as cheias do rio Amazonas interferem naquela região.

Abaixo é uma árvore centenária e gigantesca de Sumaúma.

Árvore enorme

Tribo Indígena

Outra parte de destaque do passeio é a visita a tribo indígena, onde vemos uma espécie de ritual e até chegamos a participar dele.

Lá também temos a oportunidade de experimentar um tipo de farinha mais rustica do aquela que encontramos no supermercado, e também a farinha de peixe, mas a grande sensação é provar as formigas (não senti gosto de nada, então ok).

Tribo Indígena

Fizemos um vídeo falando e mostrando um pouco desse passeio, se quiser ver mais detalhes, confere o vídeo abaixo.

Ponta Negra e Teatro Amazonas

Mesmo se tiver pouco tempo em Manaus, esses são os nossos dois cartões postais que merecem uma visita. Ficam dentro da cidade então é possível visita-los com pouco tempo.

Teatro Amazonas

No Teatro, se você tiver tempo recomendo fazer a visita guiada (e gratuita para quem é do Amazonas). Nesse passeio você conhece todos os ambientes que compõem a arquitetura do Teatro, além de saber várias curiosidades sobre o local. A visita pode ser agendada.

No teatro temos um amplo calendário de espetáculos durante o ano inteiro (agora infelizmente prejudicado pela pandemia). Lá já fomos para espetáculos de música clássica, dança contemporânea, espetáculos de natal, etc.

Lá onde encontra-se muito da cultura Amazonense. É possível obter mais informações sobre espetáculos e visitação através do site da Secretaria de Cultura

Teatro Amazonas

O teatro fica localizado no Largo de São Sebastião no centro de Manaus. No Largo encontramos também várias lojas que vendem quitutes da culinária Amazonense e também a Igreja de São Sebastião (que também recomendo a visita, pois a igreja é muito bonita).

Ponta Negra

A Ponta Negra é a nossa praia de água doce. Lá encontramos um extenso calçadão que é perfeito para fazer um passeio no fim de tarde, também há espaço para quem quer fazer caminhadas ou corridas.

Tem também quadras de areia, locais para fazer piquenique ou você pode apenas passear no fim de tarde e se encantar com o nosso pôr-do-sol.

Ponta Negra

Antes da pandemia nos dias de quarta e domingo tínhamos a faixa liberada, onde a faixa dos carros ficava fechada e aberta para os pedestres, assim era possível caminhar, correr, andar de patins, com uma faixa mais extensa. Espero que volte depois que passar a pandemia.

Musa

O Jardim Botânico de Manaus fica localizado na reserva Florestal Adolpho Ducke.

Musa

Fizemos esse passeio já faz algum tempo, até mesmo porque a reserva fica um pouco distante de onde moramos, então acabamos visitando com um grupo que estava caçando Pokémon (logo que foi lançado o aplicativo).

Visitamos o viveiro de orquídeas e bromélias e também o lago onde encontramos a vitória régia.

Vitória Régia

Além de aquários e laboratórios experimentais de serpentes, de insetos e de borboletas, para quem tem curiosidade de saber mais é um bom lugar para novos aprendizados.

Temos também uma trilha pela Floresta onde recebemos muitas informações sobre a fauna e flora amazonense.

Vista da Torre de Observação

Mas, a grande atração do Musa é a Torre de observação ela tem 42 metros de altura, são muitos degraus até chegar no alto, mas vale super a pena. Lá de cima tem-se uma bela vista das árvores, eles recomendam fazer o passeio ao nascer-do-sol, no nosso caso pegamos o fim de tarde, que também foi lindo.

Altura da Torre

Atualmente para visitar o Musa pode-se fazer o agendamento através do site.

Cachoeiras de Presidente Figueiredo

Presidente Figueiredo fica a cerca de 127 km de Manaus e o município faz parte da região Metropolitana de Manaus, o acesso é pela BR-174.

Sem dúvida as principais atrações que temos são as cachoeiras. São mais de 150 cachoeiras catalogadas na região.

Algumas são bem próximas a BR, mas outras você precisa fazer alguma trilha, contudo todas essas que recomendo o acesso é bem fácil.

Muitas delas você paga para entrar, normalmente é um valor por carro. A única gratuita é a corredeira de Urubui, que fica dentro da cidade.

Todas elas são incríveis, mas vou deixar as imagens falar por si mesmas.

Cachoeira dos Pássaros

Cachoeira do Passarinho

Cachoeira de Iracema

Iracema

Cachoeira Santuário

Santuário

E a nossa favorita e a mais fácil acesso: Asframa.

Asframa

A melhor época para visitação é durante o período de seca, entre junho e novembro, mas como moramos em Manaus acabamos em várias épocas do ano.

Infelizmente no ultimo ano não conseguimos ir, devido a pandemia pois muitas vezes as estradas intermunicipais ficaram fechadas, mas pretendemos ir em breve.

Queremos fazer um vídeo mostrando para vocês, algumas das nossas cachoeiras favoritas.

Praticar SUP no Rio Negro

Fazer Stand Up Paddle (SUP) no Rio Negro é um passeio bem divertido e que recomendo muito.

Na época que fizemos o ponto de partida foi saindo de uma marina, estávamos em quatro pessoas, mas além do nosso grupo tinham mais pessoas.

SUP

O grupo era acompanhado por um instrutor, que também tirava fotos nossas.

Fazer SUP no Rio Negro é bem tranquilo, no lugar onde fizemos não havia tanta correnteza a menos aquela gerada pelas lanchas e barcos que passam a uma distância segura.

Foi um excelente fim de tarde, com um exercício que trabalha o corpo inteiro e muita diversão.

É claro que temos muito mais maravilhas por aqui, mas para esse post não ficar gigante deixa para uma outra oportunidade.

E você conhece Manaus? Já foi encantado por essa terra? Me conta aí nos comentários como foi a sua experiência.

Se não conhece coloque na sua agenda conhecer esse lugar lindo. E me conta o que achou das dicas e o que você gostaria que eu falasse mais sobre Manaus e arredores.