Análise Airbnb: São José dos Pinhais

Análise Airbnb: São José dos Pinhais

Na fase de transição entre a mudança de Manaus para Bombinhas passamos duas semanas nessa hospedagem e no post mostro um pouco do lugar e as nossas impressões.

Check-in

No dia que chegamos eram quase 23 horas e ainda assim não houve problema no check-in da casa. A senhora que é a dona da propriedade mora na parte de trás, então foi tranquilo nos receber, mesmo sendo tão tarde.

Os cômodos

Cozinha

A entrada da casa era feita pela cozinha, então depois do minúsculo hall, já estávamos nela.

Cozinha

A cozinha dessa hospedagem estava toda equipada com os eletrodomésticos fogão, micro-ondas, geladeira, liquidificador, batedeira, sanduicheira, cafeteira. Também tinha armários suspensos na cozinha e uma mesa. Além claro de todos utensílios, copos, talheres, pratos, etc.

Lavanderia

Haviam alguns materiais de limpeza disponíveis, como desinfetante, detergente, vassoura, pano de chão, balde, etc.

Estava disponível também uma máquina de lavar, um tanquinho (por onde escorria a água que vinha da máquina) e um varal que utilizamos bastante nas duas semanas.

Lavanderia

Também tinha uma tábua de passar, ferro e um ventilador (que nos ajudou a secar muita roupa!😉).

Foi nesse ambiente que deixamos as areias dos gatos. Então ficava de certa forma separada do restante da casa, se quiséssemos também poderíamos fechar o ambiente, havia uma porta.

Quartos

Segundo Quarto

Eram dois quartos, um menor com duas camas de solteiro, um guarda roupas e uma mesa de escritório.

Aqui também estava disponível os lenções de cama e travesseiros extras.

Quarto Principal

E o quarto principal que tínhamos uma cama de casal, dois criados mudos, uma sapateira e um guarda roupa, que era bem pequeno. Então resolvemos utilizar também o do outro quarto.

Banheiro

Existia apenas um, mas ele era bem amplo, nesse ambiente encontramos toalhas e também sabonetes.

Banheiro

Sala

Na sala havia um sofá bem grande, uma TV bem velinha, mas que quebrou o galho. Era um ambiente amplo então consegui utilizar para fazer exercícios.

Garagem

Era bem espaçosa e cabiam carros maiores com facilidade caso tivéssemos encontrado a nossa van para o projeto Motorhome. Entravámos e saímos por um portão de correr manual.

A região

A localização do Airbnb fica em São José dos Pinhais, bem próximo ao supermercado Atacadão, loja Daju, Cobasi, etc.

Rua

A rua na qual está localizada a casa é bem tranquila, quase não passam pessoas, mais carros. Ficava fácil sair a tarde para dar uma caminhada na região.

Rua

Além disso tinha perto um churrasquinho maravilhoso, um sacolão que vendia hortifrútis bem fresquinhos e uma padaria muito boa próximo também. Sempre que o frio permitia íamos a pé nesses lugares.

Padaria Guimarães

Nossas impressões

Não utilizamos a casa apenas como ponto de apoio, que é o que acontece na maioria das viagens, realmente passamos um tempo considerável na casa. Então pudemos notar pontos positivos e negativos.

Pontos Positivos

Preocupação dos donos com o nosso bem-estar: quando chegamos estava disponível para consumo café em pó, filtro de café e 2 garrafas de água mineral que nos ajudariam pelo menos na chegada. Então já nos deu uma certa tranquilidade.

Nos deram roupas de cama limpas caso quiséssemos fazer a troca no final da primeira semana e também ofereceram mais cobertores se fosse necessário.

Os ambientes estavam bem organizados e cheirosos quando chegamos. Eles se preocuparam em colocar cheirinho em todos os ambientes da casa, que é um detalhe, mas nos agradou.

Uma das poucas hospedagem pet friendly, sem custo adicional que encontramos nessa região. Isso é uma boa vantagem para ela, porque mesmo lugares minúsculos queriam cobrar taxas.

E nessa casa os gatos puderam ficar a vontade, pois era totalmente aprova de escapadas.

Mudando apenas a mesa de escritório para a sala de estar conseguimos gerar dois ambientes diferentes para que cada um pudesse trabalhar, sem atrapalhar um ao outro.

Pontos negativos

Essa casa poderia ter uma calefação melhor. Infelizmente não havia nenhum aquecedor disponível, que fez falta nas duas semanas mega frias que pegamos logo que chegamos.

E por estar localizada entre duas construções ela pegava sol apenas na cozinha no fim da tarde, que não era suficiente para diminuir o frio que ficava dentro da casa.

A pia da cozinha era bem pequena então quando tinha muita louça tivemos dificuldade de encontrar lugares para apoiar o que estava sendo lavado.

Outra situação que incomodou um pouco foi que no mesmo terreno tínhamos 4 construções, uma loja de persianas, a casa que estávamos, uma loja de bolos e a casa dos donos.

Os edifícios no mesmo terreno não geraram nenhum incomodo, o gerou um certo desconforto é que as paredes que faziam a divisão para a loja de persianas eram muito finas, então todo o barulho que faziam na loja acabávamos ouvindo dentro de casa.

Se você quer ver esse tour em vídeo confere o que fizemos.

O que você achou desse Airbnb? Gosta das nossas análises, comenta aí.

Mudança – Saga em Busca da Nossa Casa

Mudança – Saga em Busca da Nossa Casa

Esse post é um compilado de lições de quem nunca havia se mudado antes, para quem está pensando no assunto.

Há alguns anos, já estamos pensando em nos mudar.

Primeiro pensamos em mudar apenas de casa sem sair da nossa região. Mas temos o gosto pela aventura e adoramos viajar.

E com o passar de cada viagem percebemos que a nossa região é muito distante do resto do Brasil (mesmo de avião).

E ela vai precisar de muitos anos para desenvolver estradas suficientes para se tornar mais acessível ao resto do pais.

Então diante dessa constatação e depois de muito adiar. Decidimos realmente mudar para outro estado.

A nossa primeira opção sempre foi São Paulo, mas depois da viagem para Curitiba em 2019 ficamos fascinados pela região, então ela passou a ser a primeira escolha.

Assim começamos a nossa jornada.

Por onde começamos a pesquisa?

A nossa pesquisa começou pelo OLX, porém lá só encontramos casas nuas, sem mobília e a nossa intenção era chegar e morar.

Sempre pensamos que seria melhor levar poucas coisas da nossa casa atual. E também não queríamos ter que comprar muitos itens na cidade de destino.

Então percebemos que na verdade estávamos procurando no lugar errado. Deveríamos estar buscando em um site onde encontraríamos casas com alugueis de temporada, ou seja, Airbnb.

Então recomeçamos a pesquisa no Airbnb partindo da cidade de Curitiba.

E aos poucos fomos expandindo o raio para cidades nos arredores.

As cidades menores próximas foram começando a se mostrar bem interessantes. Pois, quase todas tem algum atrativo turístico, mas o que pesou foram a qualidade de vida e o preço dos alugueis.

Então começamos a expandir os nossos horizontes para vários pontos da região do Paraná e Santa Catarina.

Projeto Motorhome: o que ele tem a ver?

Já escrevemos sobre o projeto motorhome que temos para 2021. E ele é um grande divisor de águas na nossa escolha de cidade para viver e também na moradia em si.

Sabendo que precisaríamos de espaço para estacionar um carro grande elegemos algumas prioridades na hora da escolha da nossa futura casa.

  • Ter uma garagem que coubesse uma van (Então obrigatoriamente teria que ser casa);
  • Ter uma garagem que tivesse espaço para trabalhar na construção do Motorhome;
  • Ter dois quartos;
  • Ser mobiliada.
  • Ter espaço para suficiente para duas pessoas e dois gatos sem apertos;
  • Ser um espaço onde os gatos não tivessem acesso a rua (ou pelo menos que pudéssemos colocar algo para a segurança deles).

Então utilizamos essa base para a nossa procura e assim eliminamos várias casas.

Durante a busca percebemos que queríamos morar em cidades menores, mas que ao mesmo tempo tivessem uma estrutura bacana e se fosse possível estar próxima a uma cidade maior.

Isso nos tirou de Curitiba logo de cara. Porém tínhamos o tempo escasso e quando voltássemos precisávamos estar com algo certo.

Assim, criamos esse trajeto para visitar o máximo de casas possíveis.

Critérios para a escolha

Então depois de uma busca minuciosa em muitas casas do Airbnb. Dezenas de casas foram escolhidas.

Então começamos a falar com os locatários, sobre tudo o que iríamos fazer e precisar. Então nos deparamos com as seguintes situações:

  1. Vários não tinham interesse em aluguel mais longos;
  2. Muitos deles não queriam fazer o aluguel por fora do Airbnb. Justificativa: já terem tido problemas ao alugar por fora;
  3. Alguns tinham interesse em aluguéis mais longos, porém não mais que 3 meses;
  4. Alguns não tivemos resposta até hoje.

E nessas situações muitas casas foram sendo eliminadas.

Casas aptas

Quando encontrávamos locatários que tinham interesse em alugueis de pelo menos 3 meses ou mais, fazíamos as seguintes perguntas:

  • Haveria problema em trabalharmos na Van?
  • Aceitavam animais?
  • Qual o menor valor faríamos se fosse um aluguel mais longo e se seria possível alugar sem ser pelo Airbnb?
  • Seria possível visitarmos no período que estaríamos pela região?

Respondidas essas questões as casas entravam ou não no nosso roteiro.

Depois de muitas conversas com os locatários e algumas reviravoltas, partimos para a viagem com 10 casas a serem visitadas na nossa lista.

Que definitivamente foi mudando conforme foi passando o tempo.

Então fizemos um roteiro para que pudéssemos visitar o máximo de casas possíveis, mas também aproveitar a viagem de motorhome.

O processo de escolha

Começamos a visitar as casas e antes fizemos uma lista de tudo o que seria necessário prestarmos atenção na hora da visita.

  • Espaço para trabalhar na garagem e também para estacionar o carro
  • Cozinha com utensílios e organizada
  • Área externa: de preferencia a prova de gatos, precisávamos ver se existia a possibilidade de eles ficarem soltos sem tanta preocupação ou se haveria a possibilidade de telar
  • Testar a velocidade da internet
  • Localização dos vizinhos ao redor
  • Proximidade do locatário

Todos esses fatores foram importantes para a casa ir para o topo da lista ou não.

E com o passar do tempo outras referências foram sendo acrescentadas como:

  • Localização da casa: próximo a terrenos baldios (terrenos sem habitação) e como era a vizinhança;
  • Como era a rua onde a casa estava – se tinha asfalto, se era estreita, se tinha saída;
  • O pagamento da energia era compartilhada ou individual;
  • O que estava incluso no aluguel – como: água, internet, gás e energia;
  • E proximidade com mercados, padarias, etc.

Encontramos casas de todos os tipos, com donos igualmente diversos.

E como encontramos a casa?

Definitivamente não foi pelo Airbnb. É claro que ele nos ajudou a chegar, mas no final…

Foram várias frustrações ao longo de uma semana só!

Estávamos chegamos ao final da viagem e ainda não tínhamos nada! Começamos a pensar: “E agora?”.

Tínhamos demorado tantos anos para decidir nos mudar e agora iriamos desistir? Decididamente desistir não estava nos planos.

A nossa mudança já estava com a passagem marcada e não iríamos voltar atrás.

Constatamos a nossa situação quando estávamos em Bombinhas a cidade que estava entre as nossas queridinhas para passar um bom período de tempo.

Ela ficou entre as favoritas por alguns motivos

  1. Pelas casas lindas que vimos nos anúncios do Airbnb;
  2. Pelo valor dessas casas;
  3. E pelas praias e atrativos naturais.

Estávamos decididos a encontrar um lugar nessa cidade, mas percebemos que nela é muito difícil de alugar por longos períodos.

Até tínhamos outras opções nas cidades que passamos, mas Bombinhas nos encantou por tudo que vimos.

Eis que um milagre aconteceu

Estava bem difícil de conseguir algo que preenchesse as nossas expectativas.

Eis que encontramos a Mari, uma corretora de imóveis da cidade. Somos imensamente gratos a disponibilidade dela em nos ajudar.

Finalmente começamos a ver as casas que estávamos realmente procurando.

Casas mobiliadas e que poderíamos alugar por mais tempo, do que apenas 3 meses.

Os valores estavam dentro ou abaixo do que estávamos dispostos a pagar.

E com isso começamos a perceber a importância dessa profissão. Ela nos mostrou todos os locais com muita calma e explicando todos os detalhes e buscando sanar todas as nossas dúvidas.

E foi assim que conseguimos encontrar a casa em que vamos ficar por 7 meses (foi o máximo que conseguimos).

Se você tem interesse em saber o porque Bombinhas é tão difícil, clica aqui.

Airbnb

A pesquisa no Airbnb não foi em vão, aprendemos que o site tem um objetivo específico de juntar anfitriões e hospedes.

Mas isso não quer dizer que você vá encontrar os melhores imóveis e também valores.

Nos casos de alugueis mais longos, constatamos que vale muito buscar a ajuda de um corretor de imóveis que vai te mostrar as melhores opções que ele tem disponível e dentro do orçamento que você tem.

E você já fez mudança de cidade? Como foi a sua experiência me conta!

Dicas para se Hospedar em um Airbnb

Dicas para se Hospedar em um Airbnb

Poder alugar uma casa ou um apartamento próximo aos principais pontos turísticos, a um preço convidativo é o sonho de todo viajante. E graças ao Airbnb isso se tornou possível e através dele conseguimos ter a experiência do que é viver como um local (mesmo que por pouco tempo).

Alugar pelo Airbnb se tornou comum nos últimos anos e algo até automático. Temos alugado apartamentos e casas através dessa ferramenta já faz alguns anos e durante esse período acumulamos algumas dicas e experiências que que podem ser úteis a outras pessoas.

Itens de Consumo

Muitos viajantes adquirem produtos e acabam deixando na hospedagem, assim outros viajantes também podem usar. A dica é, antes de sair para comprar, verificar se existem itens de consumo disponíveis para que você não precise adquirir como por exemplo sal, coador, café, óleo, sabão em pó, etc.

Descubra se poderá usar a Dispensa no seu Airbnb

Sobre esse ponto vale também o bom senso, já chegamos em uma casa onde os armários estavam cheios de comida, temperos e muitos itens que usamos no dia a dia.

Inicialmente não entendemos bem o porquê, então chegamos a conclusão que o Anfitrião de fato mora ali e deixou a casa para aluguel apenas por aquele período.

Então nesse caso não utilizamos as coisas deles e sim os itens que adquirimos no mercado.

Também existem anfitriões que fazem o contrário, não deixam nenhum desses itens na casa ou apartamento, normalmente acabam deixando apenas os utensílios de cozinha.

O pulo do gato é perguntar do Host se há algum item de consumo disponível e se podem ser utilizados.

Equipamentos

Em algumas regiões as pessoas não tem costume de ter ar-condicionado ou ventiladores disponíveis, por isso nos seus anúncios acabam não deixando claro se existem ou não tais equipamentos.

Por esse motivo sempre é bom perguntar antes de alugar, se existem equipamentos e se estão disponíveis para todos os cômodos.

Fique atento a sistema de ventilação no Airbnb

Para nós ter algum tipo de ventilação é importante, então estamos sempre procurando isso nos anúncios.

Tivemos a experiência de estar em dois casais e de alugar uma casa, porém não prestamos atenção que apenas um cômodo tinha ar-condicionado e o outro não, e não existia nenhum tipo de ventilador disponível, inicialmente pensamos em solicitar, mas no fim percebemos que não era necessário o segundo quarto era bem ventilado e não atrapalhava o sono.

Também já tivemos a experiência de nos hospedar em Airbnb que não tinha ar-condicionado e nem ventilador, mas estava em um período de frio, apesar disso dentro do apartamento ficava abafado, então entramos em contato com o Anfitrião e solicitamos um ventilador. Ele prontamente nos atendeu e resolvemos a situação.

Além desses equipamentos é importante verificar a disponibilidade de dispositivos de calefação, e se você não tem costume de usa-los, melhor consultar o proprietário como fazer um bom uso.

Tivemos o conhecimento que um hóspede anterior a nossa chegada não fez bom uso de um aquecedor a combustão e quase colocou fogo na casa inteira.

Então vale a pena tomar cuidado com lareiras e outros, se não tem costume de usar.

Cuidado com as Grandes Avenidas e Aeroportos

Ficar próximo a eles podem ser um sonho ou um pesadelo de um viajante.

Estar perto de avenidas grandes e movimentadas facilita a locomoção contudo pode ser um problema na hora de dormir, o mesmo se aplica a ficar muito perto de aeroportos.

Já tivemos as duas experiências, onde a rua ao lado era tão barulhenta que impedia de que abríssemos a janela, então o apartamento ficava bem abafado, dessa forma a única solução que encontramos foi abrir a janela do banheiro que não ficava voltada para a rua principal.

Cuidado com as Avenidas e Aeroportos ao se Hospedar em um Airbnb

Nos hospedamos também próximo ao aeroporto de Congonhas, e durante o dia era impossível dormir, pois o barulho de aviões descendo e subindo atrapalhava bastante.

Esse aeroporto interrompe as operações apenas das 23 horas as 06 da manhã, então o barulho da uma trégua. Por sorte passamos apenas uma noite, não recomendo para ninguém.

Nesses casos vale a pena colocar na balança se é melhor ficar no centro da muvuca ou se é melhor ficar em um lugar mais tranquilo e silencioso.

O que é o Básico em um Airbnb?

Quando pensamos em hospedagem, acabamos esperando que esses itens estejam inclusos, principalmente se tratando de uma hospedagem em um Airbnb, o básico seriam alguns itens como roupas de cama e banho, sabonetes, papel higiênico, etc.

Nos anúncios é importante prestar atenção e abaixo deixo alguns exemplos para facilitar a visualização.

Na primeira imagem vemos que os itens estão disponíveis e não precisamos nos preocupar, já na segunda não está disponível nada – o problema é que se não soubermos que é o básico não temos nem como providenciar.

Então depois de algumas experiências de não ter o básico disponível, resolvemos colocar esse requisito como divisor de águas se escolhemos ou não aquela hospedagem.

Alguns lugares não deixam disponíveis os itens básicos, mas eles podem ser alugados por um valor a parte. Quando temos dúvidas perguntamos antes da reserva.

Além do Básico

Alguns anfitriões disponibilizam outras comodidades como vagas de estacionamento, wi-fi, Netflix, TV a cabo, Amazon Prime, etc.

Verifique a disponibilidade no momento da chegada, isso ajuda você a aproveitar a sua hospedagem ao máximo.

Muitos hosts deixam instruções como utilizar as comodidades no próprio apartamento, além de deixar também as regras da casa. Procure por uma instrução ou quadro com essas informações. Já ficamos em uma casa que precisávamos dar comida para o peixe e como faríamos isso estava escrito no quadro de informações.

Medidas Anti Covid-19

Estamos todos preocupados com o momento atual e queremos ter a certeza que escolhemos ficar em um lugar que zela pela saúde de seus visitantes.

O Airbnb tem uma página que oferece instruções de como os Anfitriões devem proceder durante esse período de pandemia, em se tratando de requisitos de saúde e segurança.

Então preste atenção nos ambientes, verificando se estão limpos e em boas condições de uso, caso não esteja satisfeito entre em contato com o Anfitrião a maioria deles se mostra muito solicito em resolver os problemas.

Ajudando outros Hóspedes

Ao deixar a hospedagem no Airbnb você pode avaliar o local, que ajuda bastante a outros visitantes que estão buscando acomodações.

Procure avaliar a hospedagem de forma sincera e relevante. Essa pequena atitude ajuda outros hóspedes e o anfitrião a melhorar sua experiência. O Airbnb está sempre analisando se os anúncios estão correspondendo a expectativa dos hospedes.

Também antes da reserva utilize a experiência de outras pessoas para decidir ficar ou não naquele espaço.

Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário e nos siga no Instagram.

10 Passos para Organizar sua Viagem

10 Passos para Organizar sua Viagem

Já estamos em Novembro de 2020 e esse ano foi bem atípico para todos inclusive para nós. Assim como todo mundo tínhamos algumas viagens planejadas para este ano, mas nenhuma delas saiu por causa da pandemia.

Decidimos fazer uma viagem de fim de ano, quero poder mostrar mais para vocês quando estivermos nela, mas quero começar mostrando como fazemos os planejamentos necessários, não só para essa viagem, mas para todas.

Para mim planejar uma viagem é tão legal quando estar nela. Então quero compartilhar as ferramentas que utilizamos para um bom planejamento de viagem.

1 – Decida o Destino da sua Viagem

Não sabe para onde ir? Sei que escolher para onde ir depende do orçamento disponível e do tempo que você tem para a viagem, mas existem alguns sites que nos ajudam a decidir quando dar aquele famoso branco na hora de escolher o próximo destino.

Tela de Consulta de Voo da Viagem

Alguns deles são:

Quanto custa viajar: Esse site te ajuda com várias informações importantes sobre o local de chegada. Ele também sugere atrações turísticas, tours e passeios que você consegue realizar. Esse site te ajuda a ter uma ideia de quanto vai custar sua viagem.

Agregadores: existem vários e alguns deles trazem a ferramenta “Não sabe para onde ir? Busca por qualquer lugar”.

A principal função dessas ferramentas é mostrar os preços das passagens para “qualquer lugar”. Também é possível configurar alertas de preço para aquele destino, assim você é notificado por e-mail, sobre subidas e decidas de preço.

Segue alguns com essa ferramenta: Momondo, Kayak, SkyScanner

Dica: Sei que receber uma sugestão é legal, mas não espere pela sorte, quando vir um lugar que gostaria de conhecer, anote, assim quando pensar em viajar já tem um banco de dados que pode consultar na hora de planejar a próxima viagem.

2 – Escolha seu Voo

Aqui no Brasil temos algumas opções de companhias aéreas, mas nesse ponto o que pesa bastante na hora da escolha da passagem são três fatores:

Valores

Estamos em Manaus e por estarmos mais distante do restante do pais então temos mais dificuldade de encontrar voos baratos e precisamos realmente ficar acompanhando. Então o fator valor pesa bastante.

Escolha seu Voo para Viajar

Voos sem escalas ou com tempo de voo menor

Definitivamente não curto muito voar, então se pudesse teria todos os voos para qualquer lugar do mundo sem escalas. Então se eu puder escolher um voo sem escalas com certeza será ele, mesmo que seja um pouco mais caro. Muitas vezes voos com escala são mais baratos, porém nos fazem perder tempo e gastar dinheiro entre os voos nos aeroportos.

Quando não temos a opção sem escalas, buscamos aqueles com o menor tempo, é claro sempre prestando atenção a margem de segurança de uma (1) hora entre um voo e outro.

Hora da Chegada

Outro ponto que se deve prestar atenção na hora da escolha é a hora de chegada no destino final. Normalmente procuramos voos que acontecem no período da noite, madrugada ou voos que chegam o mais cedo possível, assim podemos utilizar esse dia “perdido” para nos acomodar e começar a planejar o dia seguinte.

Então independente da companhia levamos em consideração esses fatores para escolher a passagem aérea.

Dica: Não esqueça de baixar o aplicativo da companhia aérea de entendimento de bordo, é claro se você for igual a mim que não prega o olho durante a viagem.

3 – Determine o tempo de Viagem

Não adianta nada querer viajar para o Japão se você tem apenas 7 dias de férias e você tá saindo de Manaus.

Temos que ser criteriosos na hora de escolher o destino por conta dos deslocamentos que faremos até lá. Então precisamos definir o tempo que gostaríamos em cada lugar para ter a quantidade de dias necessários para essa viagem.

Sejamos realistas na hora de planejar o tempo, às vezes achamos que podemos fazer muita coisa dentro de um espaço curto de tempo e a maioria não chegamos nem perto de concretizar. Então não entulhe seus dias com muitas atividades, são férias e não uma maratona. Você quer aproveitar cada atração como se deve.

4 – Fixe um Orçamento para Viajar

O orçamento de qualquer viagem é primordial para se definir a maioria das outras coisas. Então invista um tempo definindo um orçamento condizente com a sua realidade. Afinal, não adianta você dizer que seu orçamento é de R$2000,00 e sua viagem é para Noronha com tudo do bom e melhor.

Orçamento da Viagem

Fazer um orçamento vai te ajudar a distribuir de forma como você valoriza cada tipo de gastos. Tem gente que prefere economizar o máximo na hospedagem para curtir nos restaurantes, outros preferem ficar em resort e assim economizar com transporte por exemplo.

Vale pegar essa lista e verificar qual dos itens é a sua prioridade.

5 – Programe seus Passeios e Atrações

Grande parte dos passeios pesquisamos no Google mesmo, alguns sites até ajudam como: Melhores Destinos, Viaje na Viagem.

Mas grande parte dos passeios acabamos encontrando em canais do YouTube e fechando através do Instagram das empresas e também WhatsApp.

Dica 1: Por isso empresas coloquem divulguem seu negócio no Instagram e respondam com rapidez.

Devemos levar em consideração também que existem alguns períodos do ano que as atrações fecham, em alguns feriados como Natal e Ano Novo é bem difícil encontrar alguma coisa aberta para fazer.

Curta os Passeios na Viagem

Algumas cidades tem mais atrações imperdíveis do que outras é claro, não temos a pretensão de matar todas as atrações sem aproveitar, mas queremos fazer valer aquele tempo ali. Mas lembre-se que queremos aproveitar cada lugar sem ficar correndo de um lado para outro.

Se possível ficar hospedado perto das atrações que quer visitar proporciona uma economia grande de tempo. Procurar concentrar as atrações de uma mesma região no mesmo dia também ajuda na administração do tempo.

Dica 2: verificar se as atrações do seu interesse têm algum dia de promoção ou cupons de desconto, algumas podem sair pela metade do valor e até de graça. Fique atento também aos dias e horários que ficam abertas.

6 – Vai se Locomover como no Destino?

Gostamos muito das viagens de carro e que normalmente não pensamos em outra possibilidade como ônibus ou van.

Temos bastante experiência alugando carro no Brasil e até no exterior. Grande parte das nossas viagens são feitas utilizando esse meio de transporte, então aqui irei tratar mais dessa modalidade de locomoção.

Sempre que decidimos o destino e o tempo de viagem, já fazemos uma busca nas locadoras e independentemente do preço já deixamos alguma coisa reservada, assim temos uma ideia do preço que iremos pagar e de uma possível variação.

Para fazer reserva você não paga nada, porém continuamos pesquisando, pois normalmente quando vai chegando perto da viagem acabam surgindo promoções ou cupons de desconto naquela locadora ou em outras.

Ultimamente temos utilizado bastante a empresa Localiza

Ainda em se tratando de transporte temos os pedágios que existem em muitas regiões. Que podem ser poucos reais ou pesar bastante no orçamento da viagem.

Existem também opções de estradas sem pedágios, mas que normalmente não estão em boas condições ou acrescentam muito tempo a viagem tornando desnecessário o desvio.

Para ter uma ideia dos valores de pedágios que vamos pagar utilizamos o site Rotas Brasil.

Dica: Apenas dentro da cidade de São Paulo que não costumamos alugar carro, devido ao transporte público que funciona e cobre boa parte da cidade, além é claro dos altos valores de estacionamento.

7 – Decida a Hospedagem

Nos últimos anos com o boom do Airbnb acabamos optando por esse tipo de hospedagem em vez de hotéis. É claro sempre fazemos o comparativo dentre as duas opções, mas ultimamente o Airbnb tem compensado bastante, pelas localizações e comodidades disponíveis.

As hospedagens tem ficado mais sofisticadas, algumas até oferecem café da manhã e estacionamento gratuito no local, então vale a pena consultar o Airbnb.

Hospedagens Sofisticadas pelo Airbnb

O Airbnb funciona muito bem em grandes cidades, mas em alguns interiores precisamos recorrer a hotéis mesmo, principalmente dentro do Brasil.

Para pesquisa de hotéis utilizamos com frequência Hoteis e Booking.

Algumas dicas que sempre damos ao pesquisar hospedagens são:

  • Pesquise sobre a localização do lugar e se as atrações ficam próximas ou se tem transporte facilitado;
  • Verifique os horários de check-in e check-out para chegar e sair o mais próximo possível dos horários fixados;
  • Ao escolher o local, veja o que outras pessoas comentaram sobre a acomodação e se ela tem o que você precisa, exemplo: se para você é importante ter um wi-fi de qualidade veja o que os outros falaram sobre o wi-fi. A nota dada ao local também conta como desempate quando temos muitas opções;
  • Preste atenção nas fotos das acomodações, quando são muito antigas ou de má qualidade geralmente ligamos o sinal de alerta, mesmo que o preço seja convidativo. Esse é um erro muito comum dos locatários podem perder muitos clientes. Cuidado também aquelas acomodações que mostram tudo menos o que é realmente importante, como: quantidade de camas, ar-condicionado, utensílios, banheiros, etc.

8 – Planeje a Alimentação

É muito importante que você tenha um limite diário para alimentação, isso ajudará para que seu orçamento não estoure e ainda assim possa ir naquele restaurante que você deseja conhecer.

Aos poucos você irá entender seu padrão e assim adequar a sua realidade, nós por exemplo, sabemos que em média R$100,00 por dia é suficiente para uma viagem em casal com gastos em restaurantes locais e supermercado. Fazendo algumas refeições no Airbnb.

Mas se desejarmos ir quase que diariamente a restaurantes mais sofisticados, esse média aumenta para R$150,00.

Além dos valores é importante verificar se o restaurante que você deseja conhecer precisa fazer reserva. Vários restaurantes temáticos como os do Harry Potter no Brasil precisam de reserva e são super concorridos.
O mesmo acontece no exterior, então pesquise bastante para poder aproveitar.

9 – Você tem Pets?

Se você possui animais de estimação, é necessário saber se isso vai te gerar custos ou não.
Aqui vale se perguntar: Você tem alguém de confiança para cuidar deles enquanto você está fora?

Recomendamos que dentro do seu orçamento esteja previsto esse gastos, afinal pode ser que você tenha que pagar um petsitter ou hospedagem para eles durante esse período.

Temos gatos e eles não gostam de sair da sua casa, por isso acabamos contratando Petsitter. Além disso, precisamos deixar a ração deles, areia para gatos e também espaço no orçamento caso fiquem doentes no período que estamos fora.

10- Pesquise o Clima, Moeda e Vacinas

Fique atento ao Câmbio

Um pesquisa básica sobre o local evita muitas dores de cabeça, principalmente quando for uma viagem internacional, o clima, a moeda, as vacinas, tudo é importante para que sua estadia seja o melhor possível.
Em países da América do Sul, a pesquisa é primordial principalmente pela moeda, muitos desses países possuem o cambio não oficial , o que quer dizer que seu dinheiro na casa de cambio não vale nada, mas trocando com os locais, ele vale muito.

Então essas são os itens que pesquisamos durante a fase de planejamento das viagens. Se tiver algo a acrescentar deixa seu comentário.

Baixe nosso Planner de Organização de Viagens

Criamos um planner para auxiliar e lembrar todos os detalhes que você precisa para organizar sua viagem conforme os pontos que citamos acima.

Para isso, clique no link abaixo para abrir o arquivo e salve no seu computador.