O que fazer em Bombinhas além das praias?

O que fazer em Bombinhas além das praias?

Bombinhas é um dos destinos de quem curte uma praia e verão, mas nem só de praia vive Bombinhas, por lá encontramos atividades para fazer o ano todo.

Sou suspeita para falar de Bombinhas, pois amo a cidade e curto praticamente todas as praias, mas há muito o que ver e fazer por lá além de ficar torrando na praia.

E esse post é para trazer algumas ideias do que fazer em Bombinhas em dias mais frios ou se não curte mesmo praias.

Quer saber quais são? Vem comigo

Trilhas

Se não quer passar o dia na praia e curte mesmo é uma trilha aqui vai a seleção das minhas trilhas favoritas em Bombinhas da mais fácil para mais difícil.

Ilhota

A ilhota fica localizada entre as praias de Canto Grande e Conceição. Na verdade é ela que faz a divisão entre essas duas praias.A Trilha da ilhota pode ser feita com as crianças de tão tranquila. Ela é bem curtinha, definitivamente se estiver com pouco tempo é um passeio que se faz rapidinho, uns 20 minutos já terminou.

Mas se quiser ficar mais tempo, ali você consegue ter momentos de paz e tranquilidade, sem precisar caminhar muito.

Além do mar batendo nas pedras e muita vegetação, ali também existe uma porta que rende belas fotos. Para chegar nessa parte, você precisa se embrenhar um pouco mais na mata, porém sempre seguindo o caminho e é bem fácil de encontrar.

Sepultura

Essa trilha é um pouco mais difícil que a da Ilhota, pois já começa em uma subida, mas no geral ela é feita no plano.

A trilha de Sepultura é feita em alguns momentos em uma mata mais fechada e em outros em campos mais abertos, porém o caminho está sempre bem aparente e fácil de seguir.

No decorrer da caminhada temos alguns pontos de interesse, como a Piscina Natural da Sepultura (não recomendo a descida, somente ver lateralmente) e as pedras duas irmãs. Locais que rendem boas fotos.

Concluindo a trilha você chega na ponta da Garoupa, um lugar propício para fazer um picnic ou apenas aproveitar a beleza da natureza.

Costeira de Zimbros

A Trilha da Costeira de Zimbros é bem mais extensa que as anteriores, mas é feita em sua maioria no plano. Ela passa em vários pontos pelas praias da Costeira que ao total são 10.

Nessa trilha é possível chegar na cachoeira da Praia Triste e também passamos por alguns mirantes onde podemos ver toda a baía de Zimbros, a cidade de Governador Celso Ramos e também alguns pontos do Rio Tijucas.

Trilha Praia da Tainha

Essa praia é a minha favorita e mesmo que o seu destino não seja a praia e sim fazer trilha. Para chegar nessa praia existem algumas possibilidades como ir de carro, barco ou trilha.

A Trilha para a Praia da Tainha compartilha a mesma entrada que da acesso ao Morro do Macaco. Porém em determinado momento elas se dividem.

Ela em sua maior parte é feita dentro da mata, onde em alguns momentos fica mais aberta. Não existem muitos pontos de subida, no geral ela é uma trilha plana, porém não se engane achando que é ela é fácil.

Nessa trilha passamos por mirantes, caverna e algumas praias que só são acessíveis de barco ou quando a maré está baixa.

Ao final da trilha você pode decidir se volta pelo mesmo caminho ou se segue até a praia da Tainha.

Trilha de Quatro Ilhas até o Retiro dos Padres

Essa trilha é mais complicada, porque o caminho para ela não tem sinalização e em vários pontos o mato está bem alto. Para fazer ela recomendo ir com um grupo onde pelo menos alguém conheça a região ou com guia.

Logo depois da primeira subida da trilha temos um mirante que tem a visão para toda a praia de quatro ilhas. Lá além da belíssima visão, existe um banquinho estrategicamente posicionado para que possamos recuperar o folego.

Ali temos outro ângulo de visão de Bombinhas oposta ao que temos no Morro do Macaco.

Nessa trilha podemos chegar ao dedo de Deus ou ir direto para o Retiro dos Padres. Depende muito de quanto tempo você tem para finaliza-la.

A paisagem do Dedo de Deus é espetacular ali existem algumas pedras no local e o mar fica chicoteando elas. Que torna a visão ainda mais impressionante.

Ainda na trilha há uma Pedra mais alta onde quem tem muita coragem consegue tirar boas fotos da região.

Contemplar o Nascer e Pôr do sol

Em vários pontos de Bombinhas é possível presenciar o espetáculo que a natureza dar a cada Nascer e Pôr do Sol.

O nascer do sol é sempre bonito de admirar na praia de Mariscal, e mesmo que você esteja só passando de carro vai se surpreender.

Já o pôr do Sol é bonito de ser ver na praia oposta a de Canto Grande Mar de dentro, o trapiche de Canto Grande tem uma visão perfeita o que torna esse momento do dia ainda mais espetacular.

Na Praça do Pescador que fica no bairro de Morrinhos também é um bom lugar para estar nesse momento do dia.

Morro do Macaco

Fazer a subida no Morro do Macaco vale muito a pena, se puder visitar vá sem medo. Nessa atração você vai conseguir ter a visão do principal cartão postal da cidade.

São cerca de 1,6 km de percurso total com 190 metros de altitude. Dali você vai ver toda a península onde está Bombinhas.

Durante a subida existem dois mirantes da Ilhota e da Conceição. O mais legal dessa atração é que ela pode ser feita em qualquer época do ano, mesmo nos períodos mais frios.

Para subir no Morro do Macaco você não paga nada, então só por isso já vale a visita. Recomendo também que a visita seja feita no nascer ou no pôr do sol, pois é outro lugar que surpreende nesses momentos.

Mirante Eco 360

O Mirante Eco 360 está localizado no mesmo parque que o Morro do Macaco, mas não são a mesma atração.

O primeiro está em uma propriedade particular e paga para entrar, diferentemente do segundo.

Essa atração também tem dois mirantes onde podemos ver Florianópolis e Governador Celso Ramos e um museu de história natural.

Mas a grande atração é o mirante principal onde temos a visão de 360 graus de Bombinhas e de onde sai a tirolesa.

Recomendo a visita principalmente para grupos onde existem pessoas que tem certo grau de dificuldade de locomoção, pois o acesso ao cume é muito mais fácil.

O valor da entrada é R$15 por pessoa, sendo que idosos e estudantes pagam meia.

Passeio pelas lojas de Bombinhas

Se você está procurando onde comprar itens de verão como boias, cadeiras de praia, roupas de verão, no Centro de Bombinhas vai encontrar muitos desses itens com facilidade durante o ano inteiro.

Ali também encontra restaurantes, sorveterias e lanchonetes que torna o passeio ainda mais gostoso.

Na praia de Bombas você pode conferir a feira de verão, ela tem esse nome, mas acontece a noite durante o ano todo.

Lá também acontecem eventos promovidos pela prefeitura como o Balaio Cultural, que normalmente são realizados em feriados, para movimentar ainda mais os turistas.

Caminhar pelo calçadão de Bombas e Passarela do Ribeiro

Se a ideia é só passear ou se exercitar na praia de Bombas você tem um calçadão que atende bem.

E dando continuidade ao trajeto iniciado no calçadão de Bombas, no ano passado foi construída a passarela do Ribeiro.

A passarela liga as três praias: Bombas, Ribeiro e Bombinhas. Mas além disso, é um excelente lugar para passear principalmente a noite, quando a temperatura fica mais amena.

Ali existem vários banquinhos onde pode parar e contemplar a natureza, mas dali também dá para pescar.

Andar de Bike

Bombinhas é uma cidade muito tranquila e segura durante boa parte do ano. E por isso é bem fácil alugar uma bike e passear principalmente pelos bairros Mariscal e Canto Grande que são planos e sem grandes subidas.

É fácil se localizar nesses dois bairros, a maioria das ruas são retas e sem muito trânsito. A única coisa que pode atrapalhar é que algumas ruas são bem acidentadas, por ainda não serem asfaltadas.

Outros bairros como Bombas e Bombinhas o trânsito é mais intenso, mas tem ciclovia em vários pontos.

Alguns pontos requerem um nível de preparo físico maior, principalmente se você resolver sair pedalando de Mariscal para Bombinhas, nesse trajeto tem duas subidas bem cansativas, precisa folego.

Gostou das ideias do que fazer em Bombinhas, além das praias? Me conta ai nos comentários!

Fim da Temporada em Bombinhas – Curiosidades sobre a cidade

Fim da Temporada em Bombinhas – Curiosidades sobre a cidade

A nossa temporada em Bombinhas chegou ao fim, foi um período de muito aprendizado e não poderíamos deixar passar em branco essa conclusão.

Bombinhas foi a primeira cidade que visitamos na nossa vida de slow travelers. Foram 6 meses conhecendo cada cantinho dessa cidade maravilhosa, morar perto da praia foi uma experiência incrível.

Nós enfrentamos muito frio, mas também tivemos muitos dias de calor e praia. Conhecemos novas pessoas que nos auxiliaram a conhecer essa região linda.

Porque estamos indo embora?

Mesmo sendo lugar incrível, tudo tem o seu fim. Nós percebemos que daquela região já havíamos feito quase todas as atividades, já estávamos satisfeitos com tudo o que vimos e era hora de se mover para outro lugar.

Porém além disso, alguns motivos nos fizeram decidir ir para outra cidade:

  • A distância de muitos lugares que são “relativamente perto” começou a incomodar com o passar dos meses;
  • Decidimos fugir da alta temporada, que por lá é muito forte. Problemas como trânsito caótico de filas de horas e horas, praias lotadas são algo constante na cidade e que tornam a experiência prejudicada.
  • Muitos itens do cotidiano aumentaram pouco antes do início do verão. Então tudo estava saindo mais caro.
  • Precisávamos resolver algumas situações do carro, para que ele pudesse passar na vistoria do Detran. E estávamos tendo dificuldade de encontrar pessoas que trabalhassem com veículos mais pesados em Bombinhas.
  • E como eu falei antes, Bombinhas é uma cidade maravilhosa e que abraça, mas queremos explorar o mundo e temos muito chão pela frente. Então temos que colocar o pé na estrada, porém, iremos voltar para visitar Bombinhas mais vezes sem dúvida.

Curiosidades de Bombinhas

É claro que durante esse período aprendemos muitas coisas sobre a cidade e principalmente suas curiosidades, que compartilho com vocês.

Sobre as praias

  • O calçadão da praia de Bombas foi inaugurado em 2017 e a passarela do Ribeiro em 14 de maio 2021 (mesmo dia que nos mudamos de Manaus 😄).
  • A passarela liga as três praias Bombas, Ribeiro e Bombinhas. Antes esse trajeto era feito, exclusivamente por trilha.
  • Na praia de Bombas é possível visitar um rancho de pesca e assim conhecer mais sobre a pesca da Tainha e visitar as canoas de um pau só. Algumas das canoas tem mais de 100 anos de fabricação.
  • A praia de 4 ilhas recebe esse nome devido a ser o lugar onde é possível ver as 4 ilhas que são: Galé, Deserta, Calhau de são Pedro e Arvoredo.

A partir de quatro ilhas é possível fazer trilha dos dois lados. Na trilha do lado esquerdo você consegue acessar ao ponto chamado de Dedo de Deus e também a praia do Retiro dos Padres e na do lado direito uma trilha mais curta chega a Pedra Furada.

  • Em 2021 três praias de Bombinhas foram premiadas mais um ano com a Bandeira Azul. São elas Mariscal, Conceição e Quatro Ilhas. Essa premiação é concedida a nível internacional em reconhecimento a uma boa gestão do ambiente. Para receber a bandeira o ambiente precisa atender a 34 critérios todos os dias da temporada.

Sobre a Cidade

  • Bombinhas é o menor município de Santa Catarina com apenas 34 km e tem 75% de área verde e de proteção ambiental. A sua população é cerca de 20 mil habitantes, mas na temporada de verão 2019 chegou abrigar mais 800 mil pessoas.
  • Bombinhas não tem área rural ela é 100% urbana.
  • Na cidade são poucos bancos instalados, recentemente foi instalado um caixa 24 horas no supermercado Veratoni, se não quiser enfrentar filas melhor vir com dinheiro, apesar de a maioria dos estabelecimentos aceitarem cartões.
  • Devido ao grande fluxo de pessoas na alta temporada Bombinhas conta com um SAMU – serviço exclusivo para cidade acima de 100 mil habitantes.
  • A cidade não tem sistema de transporte urbano, então a minha recomendação é vá de carro, porque contar com o Uber é contar com a sorte.
  • As ruas dos bairros de Bombinhas são divididos por tipos: Nomes de Flores, Pedras: Bairro de Mariscal, Equinodermos: Canto Grande – Praia da Tainha, Pássaros, Ilhas, Rios, Peixes. Então para saber em qual bairro está basta saber qual o tipo da rua.
  • A árvore chamada de Garapuvu é símbolo de Bombinhas.

Atrativos Turísticos

  • Morro do macaco e mirante 360 estão no mesmo parque municipal, porém não são a mesma atração.
  • Existe uma diferença na visão do morro do macaco e do eco 360. Se puder visite o morro do macaco vale muito a pena, o esforço é grande mas a visão é surpreendente, recomendo o mirante eco 360 principalmente para pessoas com dificuldade de locomoção.

  • No morro do macaco você pode fazer duas trilhas uma subindo para o Morro do Macaco que vai ter a visão de toda a península de Bombinhas e a outra é Trilha da Tainha que ao final vai chegar na praia de mesmo nome.
  • A trilha do Morro do Macaco é toda sinalizada a cada 100 metros o mesmo não pode dizer da trilha da tainha.
  • A capela nossa senhora imaculada Conceição está em pose da iniciativa privada e não pertence a igreja católica.

No passado, caíram três raios nela, que a deixaram destruída e por isso precisou ser restaurada várias vezes. A última restauração foi feita por iniciativa da comunidade, que passou a ser responsável pela igreja. Lá não são realizadas missas, apenas alguns eventos como casamentos, festas e funerais.

O cemitério atrás da igreja já está capacidade máxima, podendo ser enterrados lá pessoas de famílias naturais de Bombinhas.

Agradecimentos da temporada em Bombinhas

Queremos agradecer ao pessoal do grupo de Trilha, que além de trilhar se tornou realmente uma família. Graças ao grupo conseguimos chegar em regiões de Bombinhas que não conseguiríamos sozinhos.

grupo-trilha

E também ao projeto Descobrindo Bombinhas da prefeitura, boa parte das curiosidades e aprendizados sobre a região foi através dele que tivemos acesso.

E você conhece Bombinhas? Gostou das curiosidades da cidade? Comenta ai embaixo.

 

Trilha da Ilhota – Bombinhas – SC

Trilha da Ilhota – Bombinhas – SC

Nem parece que a Ilhota tem uma trilha, mas sim ela tem. É bem curtinha qualquer pessoa pode fazer e da até para leva as crianças e a visão que se tem de lá é maravilhosa.

O que é?

A ilhota fica localizada entre as praias de Canto Grande e Conceição na cidade Bombinhas – SC. Na verdade é ela que faz a divisão entre essas duas praias.

É possível ver a ilhota de vários pontos desde o momento que se chega no bairro de Mariscal. No Morro do Macaco existe um Mirante que recebe o mesmo nome que ela, por que é possível visualiza-la de cima.

E ali naquela porção de terra, existe uma trilha, bem curtinha.

Endereço?

Chegar na ilhota é a coisa mais fácil, você só precisa se dirigir até o fim da praia de Canto Grande. E mesmo durante o trajeto já vai ver ela de longe.

Ela está localizada na Avenida Dona Lindomar, no bairro de Canto Grande.

Onde estacionar?

Os lugares mais perto para estacionar é na rua Jequitiba ou nas poucas vagas de estacionamento que existem na praia de Conceição.

Na Avenida Dona Lindomar não é possível estacionar, pois ela é muito estreita. E só tem um sentido dos carros.

Recomendo mesmo é deixar o carro em casa e ir andando ou de bike.

Quando fizemos ela fomos de bike e deixamos ela presa em uma árvore ali perto. Ninguém mexeu e foi muito tranquilo.

Alias essa é uma característica muito impressionante de Bombinhas é uma cidade muito segura, nunca sofremos nenhum tipo de violência e nem roubo.

Nessa trilha não tinha quase ninguém nem no caminho e nem nos pontos de parada, a única ressalva que eu faço é que vimos umas pessoas fumando ali e não parecia cigarros normais. Fora isso não há com que se preocupar.

Qual melhor horário para visita?

Essa trilha por ser curtinha pode ser feita em qualquer horário do dia, mas para ter um visual incrível recomendo ir no final do dia, principalmente se ele estiver com sol, o lugar fica ainda mais bonito no fim de tarde.

Como é a experiência?

Seguimos até o final da praia de canto grande e de longe já conseguimos ver a Ilhota. E chegando mais próximo percebemos que há uma trilha, uma escadaria bem no meio.

Terminando a escadaria chegamos em uma parte onde há mais fechada pela mata, mas o caminho é bem claro. É sempre seguindo a trilha e a esquerda já vai ser uma abertura, onde há uma grande rocha. Se quiser já pode ficar por ai.

Mas se seguir reto vai encontrar uma outra abertura, dali vai ver tanto a praia de Canto Grande quando Conceição.

Definitivamente se estiver com pouco tempo é um passeio que se faz rapidinho, uns 20 minutos já terminou.

Mas se quiser ficar mais tempo, ali você consegue ter vários momentos de paz e tranquilidade, sem precisar caminhar muito.

Ali também existe uma porta que é a grande atração, principalmente da galera que curte fazer belas fotos. Para chegar nela, você precisa se embrenhar um pouco mais na mata, mas sempre seguindo o caminho e é bem fácil de encontrar.

Enfim, o lugar é legal para fazer um piquenique com a família e assim poder contemplar a natureza. Normalmente não encontramos muitas pessoas ali.

E você conhece essa trilha em Bombinhas – Santa Catarina? Me conta nos comentários.

Fizemos um vídeo dessa trilha, confere!

Descobrindo a Praia da Tainha de Bike

Descobrindo a Praia da Tainha de Bike

Existem algumas formas para chegar na praia da Tainha e dessa vez escolhemos ir de Bike.

Na minha opinião essa é uma das praias mais bonitas de Bombinhas e vale a pena a visita pelo menos uma vez.

O percurso

Para chegar nessa praia linda, além da bike, existem algumas possibilidades:

Nós já fomos de todos os jeitos, então já conhecemos bem o trajeto. Boa parte dele a estrada é de terra batida e em alguns pontos existem paralelepípedos para auxiliar a subida e descida.

É um trajeto com grandes subidas e descidas, ou seja, nada simples para quem não está preparado fisicamente.

Indo de Bike

O início do percurso fica na Rua Tatuíra, Canto Grande, no final da praia de Conceição, ali é bem difícil de estacionar, então precisaríamos deixar o carro na região que vai para o Morro do Macaco.

Com isso em mente resolvemos que seria mais prático deixar o carro em casa e sair de Mariscal direto de bike.

Decidimos fazer esse percurso de bike porque, pois ficamos desafiados quando vimos a estrada pela primeira vez. E devo dizer que desde os primeiros metros a estrada já mostra o que ela é.

Cheia de longas subidas e com descidas bem íngremes.

Infelizmente não tínhamos condicionamento e nem habilidade para ir pedalando. Acabamos empurrando a bike boa parte das subidas e voltando para ela nas descidas (que diminuiu bastante nosso tempo de conclusão dela).

Porém não pensamos em desistir nenhuma vez e devo dizer que valeu a pena.

Ao total foram 15 km saindo de casa ida e volta. Concluímos esse trajeto em um total de 3 horas e 31 minutos. É claro que fizemos algumas pausas e desse tempo foram 59 minutos parados e 02 horas e 32 minutos em movimento.

Sendo que paramos na praia da Tainha para tomar banho e nos refrescar porque a volta também seria intensa.

Nessa estrada tivemos um ganho de elevação de 186 metros de altitude, então você pode ter certeza que é muito chão a subir.

Na volta da praia da Tainha tivemos uma dificuldade extra, pois parte da volta é feita por um caminho diferente da ida. Essa parte do percurso é bem mais íngreme e a subida com a bike se torna bem desafiadora.

Diferenças da trilha de bike e a pé

Fazer esse trajeto de bike ou a pé tem seus desafios. Muita coisa depende também do momento do ano em que você decide faze-la.

Ir a pé

  • Você carrega apenas o que vai usar, porém em todo trajeto não existe nenhum tipo de ajuda.
  • No caminho existem poucos pontos de sombra, então é recomendável ir em um período do dia menos quente.

Ir de bike

  • Ter um peso extra para empurrar nas subidas, mas que é compensado nas decidas.
  • Ao chegar na praia você vai precisar deixar a bike presa em algum lugar ou leva-la consigo para a praia
  • Assim como a pé, melhor fazer esse trajeto em um horário mais fresco do dia.

Pontos importantes do caminho

Durante o trajeto para a praia passamos por vários pontos de interesse, vou deixa-los listados caso você tenha queira parar e conferir.

Praia de Canto Grande

Independente de onde você está vindo vai passar pela Praia de Canto Grande em algum momento, pois o acesso para a estrada para a Praia da Tainha é em Canto Grande.

Ela é uma das maiores praias de Bombinhas em extensão chegando a quase 4 km.

Ilhota

Fazendo a separação da praia de Canto Grande e a praia de Conceição existe a ilhota, ali existe uma pequena trilha que chega até as pedras, onde você tem uma visão muito bonita da região.

Se gostar de fotos ali tem a grande atração que é uma porta que gera belas imagens.

Praia da Conceição

Passando a ilhota você chega a praia de Conceição, uma praia linda. Ela é cercada por morros e as pedras da Ilhota, fomos várias vezes até ela apenas para ficar admirando as ondas batendo nas pedras.

Dizem que as suas areias tem propriedades terapêuticas. Ali também uma das atrações são as piscinas naturais que se formam no costão direito.

Eco 360

No caminho para a praia da Tainha passamos pelo Mirante Eco 360°, uma atração paga. Onde você tem acesso a 3 mirantes, um museu de história natural e uma tirolesa.

É um lugar que vale a pena parar principalmente se for fim de tarde, ali você consegue ter uma visão mais lateral da península onde fica Bombinhas, parecida com a do Morro do Macaco, mas tem suas diferenças.

Saída da Trilha da Tainha que vem do Morro do Macaco

Em certo ponto da estrada que leva para a Praia da Tainha encontramos o portal da trilha com o mesmo nome da praia. Essa trilha sai do Morro do Macaco e dali em diante ambas seguem na mesma direção até chegar na praia.

Praia da Tainha

O nosso grande objetivo está ao final da Rua Estrela do Mar. Essa praia é uma das minhas favoritas. Ela recebe esse nome, pois durante o inverno é possível avistar muitos cardumes do peixe.

Já fomos nessa praia em diversas ocasiões, o mar estando uma piscina de tão tranquilo, o mar com mais ondas mas sendo possível nadar e aproveitar a praia e também na ocasião que o mar está furioso impossível de entrar. Em todas as situações ela continua sendo linda.

Outras atividades

Se você em vez de descer para a praia da Tainha passar direto pode tentar fazer a praia do Cação que também pode ser feita por trilha ou pode ser feita de Caiaque.

Conversando com outras pessoas nos informaram que o aluguel do Caiaque é cobrado R$25,00 por pessoa e se você pechinchar o valor pode chegar a R$20,00 por pessoa.

Nós nunca fizemos essa praia de trilha, mas chegamos até ela de barco que também valeu super a pena.

Então essa foi nossa aventura de bike para chegar na praia da Tainha, devo dizer que chegamos exaustos em casa, foi muito cansativo e árduo o trajeto, ainda mais para quem não tem habilidade.

Mas no final ficamos felizes por ter conseguido concluir, devo dizer que fizemos esse trajeto no dia do meu aniversário (Gabi), foi uma experiência única e que nunca vou esquecer.

E você já conhece a Praia da Tainha em Bombinhas? Deixa seu comentário.

Passeio de Barco até a Ilha do Macuco em Bombinhas

Passeio de Barco até a Ilha do Macuco em Bombinhas

Alguns lugares de Bombinhas queríamos muito conhecer, mas devido a dificuldade de acesso a melhor opção seria ir até lá de barco.

Então aventura de hoje é o passeio de barco que fizemos pelas praias menos conhecidas de Bombinhas, vem comigo!

Roteiro

O passeio que escolhemos tinha 3 horas de duração e durante esse período teríamos uma lancha para nos levar para as seguintes paradas:

  • Praia do cação – onde tem um trampolim que dá para pular e nadar;
  • Parada para banho no Porto da Vó
  • Visita a Praia da Tainha
  • Ilha do macuco parada para banho – próximo a um navio naufragado e na praia;

Outros Itens

Na lancha contávamos com os seguintes materiais que estavam a disposição bastava solicitar.

Prancha de stand-up, coletes salva vidas, espaguetes, boia gigante, esteira inflável e também máscaras de snorkel.

Também poderíamos levar bebidas ou petiscos para consumir a bordo, mas acabamos não levando nada além de água, pois tínhamos acabado de almoçar.

Sobre a Empresa do Passeio

Entramos em contato com algumas empresas que realizam esse passeio aqui em Bombinhas e todas elas faziam em barcos que precisam de lotação mínima para sair, e tínhamos algumas situações que precisaríamos contornar para fazer esse passeio.

1- Estávamos em um grupo pequeno de apenas 6 pessoas;

2- Tínhamos que fazer o passeio naquele dia, pois os dias seguintes a previsão era que seriam dias de chuva (e foi mesmo).

3- Não podíamos deixar o passeio para fazer muito tarde, pois o grupo que tínhamos logo iria embora e além do mais eles estavam com várias outras atividades nos dias que viriam.

Depois de falar com várias empresas aqui em Bombinhas, encontramos a empresa Passeios de Lanchas em Bombinhas, que conseguiram atender todas essas nossas situações.

No Dia do passeio

Chegamos no horário combinado na marina que fica na praia de Morrinhos. Fomos recepcionados pela Daniela e ela nos explicou como seria o nosso passeio. E nos informou que logo iríamos iniciar assim que a lancha fosse trazida da marina.

Ela pediu para deixarmos nossas sandálias com ela na praia (imaginei que era para não levar muita areia para a lancha). E até pq não iríamos precisar delas.

A saída foi da praia de Morrinhos no horário das 14:30 e seria um passeio de 3 horas de duração.

Nesse mesmo dia fizemos a trilha da Tainha de manhã e a tarde o passeio, foi um dia bem puxado, mas extremamente proveitoso.

Tentamos deixar o passeio para um pouco mais tarde, mas infelizmente não conseguimos. Porque a marina onde ficava estacionada a lancha do passeio fechava às 18 horas. Então tivemos que concluir a trilha da tainha, almoçar e seguir para lá em tempo recorde!

Que tal alugar um carro para a sua viagem a Bombinhas?

Valor

Cinquenta porcento do pagamento foi feito no ato da reserva do passeio através de pix e o restante pagamos no momento que chegamos para embarcar.

Desembolsamos o valor de 790,00 reais. Eu sei é salgado, mas saiu mais em conta do que outros passeios que encontramos.

No grupo estávamos em seis pessoas então o valor do passeio de lancha por pessoa saiu no valor de R$131, muito mais barato e exclusivo do que se fossemos em um barco com outras pessoas. Então para nós valeu muito a pena.

Fizemos o passeio durante a baixa temporada, então esse valor são para meses de setembro, outubro e novembro de 2021.

Desta forma, quem vier para alta temporada já tem uma base de quanto será mais ou menos esse mesmo trajeto.

O passeio

Ficamos muito satisfeitos, tivemos bons momentos em família e aproveitando todos os atrativos com calma.

O Juliano – marinheiro que nos levou – foi muito atencioso e nos explicou coisas interessantes sobre aquela região.

Paradas

Tivemos algumas paradas bem interessantes e que valem muito a visita.

Além de todas atrações já previstas no nosso roteiro paramos para ver o Leão Marinho que se tornou morador permanente de Bombinhas. Muito interessante ver como ele escala a pedra e fica ali de boa!

Passando o Leão próximo estava a praia da Tainha – uma das minhas praias favoritas de Bombinhas – foi legal vê-la de outro ângulo e constatar que é maravilhosa!

Na ilha do Macuco quem quisesse teria a oportunidade de mergulhar com snorkel para ver um navio naufragado. Mas como havia chovido muito nos dias anteriores, água estava muito turva e não foi possível ficar muito e nem ver muita coisa.

Então quem decidiu pular na água nesse momento, logo voltou para o barco. Ainda mais que a água estava con-ge-lan-te.

Desse modo quando for fazer esse passeio torça para que os dias anteriores sejam de sol, para consigam aproveitar todo o passeio.

Voltamos um pouco para a prainha da Ilha do Macuco, ali conseguimos pular na água e ir nadando até a praia. Quem quis pegou o stand-up e o espaguete.

A água ali é muito gelada, mas como o dia estava de sol, foi perfeito. Foi bacana ir nadando até a praia e voltar para o barco.

Fizemos dessa parada a maior de todo o passeio, mais ou menos uma hora ficamos ali. Quase todo mundo pulou na água nesse momento.

Retornando mais um pouco aproveitamos a praia do Cação que estava bem mais tranquila do que antes.

Ali a grande atração é o trampolim, afinal de contas todo mundo quer ter a oportunidade pular. E teve gente que pulou não só uma, mas várias vezes.

Retorno

Voltamos para Morrinhos um pouco antes do previsto, mas foi por opção nossa.

Foi uma experiência muito bacana, ver Bombinhas de outro ângulo. E foi ainda mais divertido por poder utilizar o tempo da forma que gostaríamos porque tivemos um passeio praticamente exclusivo.

Recomendo para quem já conhece a região e tem tempo sobrando. Para quem não conhece Bombinhas, existem muitas atrações que podem ser feitas por trilha ou de carro confere aqui algumas.

Mirante Eco 360º em Bombinhas – SC

Trilha do Morro do Macaco em Bombinhas – SC

Roteiro de 1 dia – Bate Volta em Bombinhas – Atrações Gratuitas

Conhecendo a Praia da Sepultura e a Trilha da Sepultura – Bombinhas – SC

Praia do Ribeiro, Bombas e Bombinhas – Conheça Bombinhas – SC

Trilha da Costeira de Zimbros

Trilha de Quatro Ilhas até a Praia do Retiro dos Padres

E você conhece Bombinhas? Já fez esse passeio? Deixa seu comentário!