Desbravando a natureza: Descubra a emoção na Trilha das Pirâmides Sagradas

Desbravando a natureza: Descubra a emoção na Trilha das Pirâmides Sagradas

Neste post vou fazer um compilado de várias informações sobre a Pousada das Pirâmides, Trilha da Cachoeira do Puma e a famosa Trilha das Pirâmides Sagradas.

Quer fazer uma trilha desafiadora e que requer um pouco de resistência? Se esses itens estavam na sua lista essa trilha é para você.

Para chegar a todos esses atrativos você precisa seguir até o município de Grão-Pará em Santa Catarina. Que fica a cerca 338 km de Blumenau, mais ou menos, 5 horas de carro e de Florianópolis 211km em média 3 horas e meia de viagem. Sendo que desse trajeto são 22km de estrada de chão que leva cerca de 45 minutos.

A Pousada das Pirâmides

Como o tempo de viagem até o local é longo é recomendável se hospedar na Pousada das Pirâmides, assim você consegue aproveitar tudo com calma e sem correia de ir embora.

A hospedagem pode ser nos chalés que eles alugam ou se você gosta de camping (como nós) pode ficar de barraca. Para quem vai acampar o valor da diária por pessoa é de R$60 podendo alterar devido em feriados, verifique os valores na ocasião da sua visita.

Estrutura Camping

Na pousada temos bastante espaço para colocar barracas e alguns deles protegidos do sol. Além disso, o local conta com uma recepção que damos a entrada e também podemos adquirir alguns itens. Normalmente na recepção não há ninguém para te atender e você pode se servir dos itens e anotar na sua comanda.

Ainda na recepção, há um grande salão onde são servidas as refeições para os hospedes dos chalés (como café da manhã) e para os demais hospedes é possível adquiri todas as refeições por um preço fixo – café R$35 e almoço e janta R$50.

Ao lado da recepção temos a área de convivencia, onde estão localizados os banheiros e a cozinha. Os banheiros tem sanitários e box para banho separados, tem a disposição água quente. A cozinha não utilizamos, mas vimos várias pessoas usando e parecia bem equipada.

Nessa área também tem lugares para armar a barraca que ficam protegidas do sol ou chuva, porém as pessoas constumam ficar nesse espaço até mais tarde.

O que não gostei

Definitivamente o único problema que encontrei nesse camping foram os banheiros, talvez por uma má gestão da quantidade de pessoas que comporta o lugar. Na hora de pico, quando todo mundo quer tomar banho ou usar os banheiros eles não estavam dando conta da quantidade de pessoas e uma fila começou a se formar, e fora que devido a ter muita gente usando ao mesmo tempo o sistema de aquecimento da água estava deixando muita gente na mão.

Dica ou tome banho mais cedo ou mais tarde, assim evita esse transtorno.

Se você quer ver mais a estrutura dessa pousada confere o vídeo aqui 👇

Pontos de interesse

Ainda dentro da propriedade temos também o Mirante da Chiquita onde podemos apreciar o nascer do sol com tranquilidade. Tem balanços e vários lugares para quem curte tirar fotos.

É claro que a principal intenção de quem se hospeda nessa pousada é aproveitar as trilhas, então vamos a elas.

Trilha do Puma

Essa trilha tem cerca de 5km de extensão ida e volta. Para chegar até ela você precisa pegar a estrada principal da Pousada e ir seguindo as placas.

No caminho você vai passar por um ponto onde precisa atravesar um pequeno riacho – se for sortudo como nós –  provavelmente vai molhar os pés 😅.

A trilha tem um nível fácil, porém percebemos que alguns pontos são bem escorregadios, ali parece que a terra nunca fica seca devido a mata que se torna mais fechada.

No final da trilha você chega a cachoeira do Puma, a queda é bem bonita, porém não conseguimos chegar tão perto, e devido ao frio seria impossível tomar banho. Mas valeu a pena a caminhada, até mesmo como aquecimento para o que viria no dia seguinte…

Trilha das Pirâmides

Pra mim ir até lá era para fazer essa trilha, ela era o meu objetivo final desse passeio.

A Trilha das Pirâmides Sagradas pode ser considerada umas das mais difíceis que temos no estado de Santa Catarina. O desafio foi grande, muito cansaço no caminho, pedras soltas, terreno escorregadio, de tudo um pouco, mas no final compensou muito porque fomos agraciados com

UMA DAS MELHORES VISTAS QUE JÁ VIMOS! AS PIRÂMIDES SAGRADAS.

São 9km ida e volta, fizemos em cerca de 5 horas de caminhada, sendo permanecemos mais ou menos 50 minutos lá no topo, para aproveitar o visual e também tomar um café com bolo.

Sinceramente se não estivessemos com alguém que é acostumado a fazer trilhas talvez não nos arriscariamos nessa aventura.

O começo da trilha está bem sinalizado, porém o restante você precisa ter um certo conhecimento do caminho. Contudo acredito que esse dia por ser final de semana encontramos muitos grupos, então quem se arriscou a ir sozinho, acabou se integrando a outros grupos no caminho.

Como eu disse é árdua e cansativa, exige um certo preparo, pois tem muitas subidas. Leve bastante água e também um lanche, para não ficar com fome. Lá em cima pegamos várias rajadas de vento então recomendo levar um casaco. E quando chegar tire o boné ou chapeú se não quiser ficar sem.

É uma experiência única, faria de novo? Não sei! 😅 mas acredito que ela deve ser feita pelo menos uma vez na vida.

Se você quer ver como foi a nossa experiência confere o vídeo. 👇

Então te vejo no próximo post, até lá.

 

 

Trilha da Natureza Pomerode

Trilha da Natureza Pomerode

O passeio de hoje é na Trilha da Natureza na cidade de Pomerode em Santa Catarina, se você é fã de turismo de natureza, então vem comigo que essa é uma trilha bem gostosinha de fazer.

O que é?

A trilha da Natureza está localizada em uma propriedade particular e por lá você encontra, uma caminhada de 1500 km pela floresta atlântica, totalizando 3km de percurso. E ao final do trajeto você é recompensado por lindas cachoeiras com águas refrescantes.

Endereço?

A trilha da Natureza fica localizada na cidade de Pomerode em Santa Catarina e está localizada no endereço: Rua Otto Hornburg, n°33 – Testo Alto, Pomerode – SC.

Onde estacionar?

Fique tranquilo, existe um lugar para estacionar há uns 50 metros da entrada da trilha. Não é cobrado nenhum valor adicional para estacionar.

E se você for de van como nós, pode ir tranquilo que tem lugar para colocar, se o estacionamento não estiver cheio, por isso a recomendação é agendar para ir logo cedo.

Horário de Atendimento

A visitação pode ser feita entre terça e domingo de 08:00 às 18:00 horas. Somente as segundas o local fica fechado.

Precisa de agendamento?

Sim, precisa fazer o agendamento pelo whatsapp, até mesmo porque antes da visitação você vai precisar preencher um formulário de conhecimento das regras do local.

As vistas são feitas com a flexibilidade de horário dependendo da quantidade de pessoas no grupo.

Valores?

Para entrar o valor por adulto é R$20,00. Sendo que idosos, crianças e Pomerodenses pagam um preço diferenciado.

Como é a experiência?

Fomos em um dia de verão, então você já pode imaginar. Os dias anteriores haviam sido muito quentes em Blumenau – onde moramos – então já estávamos desejosos por uma cachoeira e água geladinha.

A estrada até o início da trilha é um pouco acidentada e boa parte é de terra.

Nós decidimos fazer esse passeio logo de manhã, até mesmo para evitar pegar os horários mais quentes do dia. Fomos nesse horário mais por precaução de não conhecer nada do lugar.

Mas agora sabendo posso dizer que a trilha pode ser feita em qualquer horário, pois boa parte dela é feita na sombra das árvores.

Logo na entrada falamos com o Jairo que confirmou a nossa reserva e perguntou se tínhamos preenchido o formulário de visitação. No caso esquecemos de preencher, mas conseguimos fazê-lo na hora.

Porém ali, por estar distante da cidade, não pega nem Tim e nem Vivo, então pegamos emprestado o Wi-fi do local. Preenchemos o formulário rapidinho e partimos para a trilha.

O trajeto

Nós já sabíamos de antemão que não haviam guias para o trajeto, mas logo compreendemos o porquê. A caminhada é muito tranquila, só existe um percurso de ida e volta.

Além disso, boa parte do percurso é feito na plano, existem poucos pontos de subidas e descidas.

É claro há alguns pontos onde existe alguns obstáculos – porém nada complicado – como uma parte onde você precisa passar pelas pedras, ou outro que você precisa passar por uma ponte.

Mas, tudo muito tranquilinho, até para os iniciantes na trilha.

E além de fazer o trajeto na sombra, o caminho tem uma boa estrutura, bem limpo e sem mata mais fechada.

Atrações

Uma das atrações são os dois balanços posicionados estrategicamente para relaxar e também tirar boas fotos.

O primeiro fica a poucos metros da entrada. Esse balanço panorâmico é enorme tanto que temos que ficar em pé para aproveitar. Ali se tem um campo de visão para o vale do Rio do Testo, uma tranquilidade pura.

O segundo fica próximo a cascata principal, estando localizado na sombra das árvores, lugar bacana para sentar e relaxar.

Uma outra atração é que durante a caminhada existe uma fonte de água potável, legal a experiência de se refrescar direto da natureza. Se faltar água, ali da para encher a garrafinha!

Ainda no caminho passamos por várias quedas d’águas, onde já começamos a ter contato com a cachoeira.

E as atrações principais é claro ficam para o final, que são as quedas d’água. Antes de concluir a trilha passamos por algumas, nós decidimos ficar e tomar banho na ultima queda, que além de muito bonita, tinha alguns poços onde era possível mergulhar e ficar de molho.

No final de semana que visitamos a Trilha da Natureza, encontramos poucas pessoas no caminho, que fez com que pudéssemos aproveitar bastante a cachoeira. O fato de não ter muita gente tornou a experiência melhor.

Infraestrutura

Já na entrada existe um banheiro muito limpo para os visitantes. E também um ponto de venda de sorvetes.

E durante o percurso existe um lugar para fazer picnic com alguns bancos e uma parte mais aberta da mata. O lugar também conta com lixeiras para deixar a natureza sempre limpa.

Em quanto tempo você consegue fazer essa atração?

Dependendo do seu interesse em tomar banho nas cachoeiras o passeio pode ser feito entre 1 hora até uma manhã inteira do dia.

O que pode melhorar?

O que pode melhorar é a divulgação desse passeio. Ficamos sabendo por acaso, pois pegamos um panfleto no dia da visitação da Nugali.

Visitamos o Instagram deles e lá entramos algumas informações e também o contato do whatsapp, ainda bem que por lá eles respondem rápido.

Recomendações

Para quem quer fazer trilha é importante fique atento:

  • Leve repelente, pois desde a entrada existem mosquitos
  • Leve água e um lanche, existe um lugar para encher a garrafinha de água e também para fazer seu picnic;
  • Tire uma manhã ou tarde para esse passeio;
  • Verifique seu nível de condicionamento físico é compatível com a trilha.
  • Evite fazer trilhas quando estiver chovendo ou quente demais.

Gostou do passeio de hoje? Foi uma boa forma de sair um pouco da cidade, pegar uma trilha e ter contato com a natureza. Que visitar lá também? Entre em contato no Instagram deles e agende sua visita.

Trilha da Ilhota – Bombinhas – SC

Trilha da Ilhota – Bombinhas – SC

Nem parece que a Ilhota tem uma trilha, mas sim ela tem. É bem curtinha qualquer pessoa pode fazer e da até para leva as crianças e a visão que se tem de lá é maravilhosa.

O que é?

A ilhota fica localizada entre as praias de Canto Grande e Conceição na cidade Bombinhas – SC. Na verdade é ela que faz a divisão entre essas duas praias.

É possível ver a ilhota de vários pontos desde o momento que se chega no bairro de Mariscal. No Morro do Macaco existe um Mirante que recebe o mesmo nome que ela, por que é possível visualiza-la de cima.

E ali naquela porção de terra, existe uma trilha, bem curtinha.

Endereço?

Chegar na ilhota é a coisa mais fácil, você só precisa se dirigir até o fim da praia de Canto Grande. E mesmo durante o trajeto já vai ver ela de longe.

Ela está localizada na Avenida Dona Lindomar, no bairro de Canto Grande.

Onde estacionar?

Os lugares mais perto para estacionar é na rua Jequitiba ou nas poucas vagas de estacionamento que existem na praia de Conceição.

Na Avenida Dona Lindomar não é possível estacionar, pois ela é muito estreita. E só tem um sentido dos carros.

Recomendo mesmo é deixar o carro em casa e ir andando ou de bike.

Quando fizemos ela fomos de bike e deixamos ela presa em uma árvore ali perto. Ninguém mexeu e foi muito tranquilo.

Alias essa é uma característica muito impressionante de Bombinhas é uma cidade muito segura, nunca sofremos nenhum tipo de violência e nem roubo.

Nessa trilha não tinha quase ninguém nem no caminho e nem nos pontos de parada, a única ressalva que eu faço é que vimos umas pessoas fumando ali e não parecia cigarros normais. Fora isso não há com que se preocupar.

Qual melhor horário para visita?

Essa trilha por ser curtinha pode ser feita em qualquer horário do dia, mas para ter um visual incrível recomendo ir no final do dia, principalmente se ele estiver com sol, o lugar fica ainda mais bonito no fim de tarde.

Como é a experiência?

Seguimos até o final da praia de canto grande e de longe já conseguimos ver a Ilhota. E chegando mais próximo percebemos que há uma trilha, uma escadaria bem no meio.

Terminando a escadaria chegamos em uma parte onde há mais fechada pela mata, mas o caminho é bem claro. É sempre seguindo a trilha e a esquerda já vai ser uma abertura, onde há uma grande rocha. Se quiser já pode ficar por ai.

Mas se seguir reto vai encontrar uma outra abertura, dali vai ver tanto a praia de Canto Grande quando Conceição.

Definitivamente se estiver com pouco tempo é um passeio que se faz rapidinho, uns 20 minutos já terminou.

Mas se quiser ficar mais tempo, ali você consegue ter vários momentos de paz e tranquilidade, sem precisar caminhar muito.

Ali também existe uma porta que é a grande atração, principalmente da galera que curte fazer belas fotos. Para chegar nela, você precisa se embrenhar um pouco mais na mata, mas sempre seguindo o caminho e é bem fácil de encontrar.

Enfim, o lugar é legal para fazer um piquenique com a família e assim poder contemplar a natureza. Normalmente não encontramos muitas pessoas ali.

E você conhece essa trilha em Bombinhas – Santa Catarina? Me conta nos comentários.

Fizemos um vídeo dessa trilha, confere!

Trilha da Costeira de Zimbros

Trilha da Costeira de Zimbros

Hoje a aventura é na Trilha da Costeira de Zimbros. Já tinha ouvido falar algumas vezes sobre essa trilha e nas várias praias que nela encontraríamos.

Queríamos ter feito ela antes, mas não tínhamos certeza do seu grau de dificuldade e se sozinhos encontraríamos a entrada.

Nós decidimos que seria mais interessante ir em grupo. E o nosso grupo de trilha resolveu fazer essa trilha justamente quando as minhas irmãs vieram nos visitar, então a ocasião ficou perfeita.

Direções para chegar na trilha

Para chegar nela fomos de carro, pegamos uma carona e descemos na rua Rio Tefé e já entramos na Rua Rio Miranda, essa rua vai dar já no fim da praia de Zimbros.

A trilha fica a direita da praia de Zimbros. É bem fácil chegar até a placa que indica o início.

Dica: Na rua Rio Tefé não tem como estacionar, a rua é uma ladeira e os poucos locais onde seria possível, tem várias placas de proibido. Então a recomendação é deixar o carro na rua rio Piratini.

Detalhes da trilha

Chegando na placa a trilha está bem sinalizada e conseguimos encontrar a entrada facilmente.

Pelo que vimos no mapa existem duas possibilidades de fazer essa trilha a primeira pela praia e a segunda subindo o morro.

Decidimos ir pela praia por dois motivos:

1- Poder ver as praias da Costeira, que são o nosso maior interesse.

2- Por ser um trajeto bem mais tranquilo, sem muitas subidas íngremes.

O início da trilha acontece a partir de um lugar com várias árvores bem espaçadas umas das outras. Ali haviam pessoas acampando (atividade que não é permitida nas praias de Bombinhas). Além dessas pessoas, encontramos outras acampando no decorrer do trajeto, creio que a falta de fiscalização da essa liberdade para as pessoas.

Por ser a maior parte no mesmo nível do mar, ela é boa parte reta e com o caminho bem aberto. Em poucos momentos você passa por um caminho mais fechado ou com mato.

Além de conhecer as praias a ideia era seguir até a cachoeira (muita gente havia dito que já tinha se perdido ali). Mas sinceramente achei bem tranquilo seguir o caminho por duas razões:

1- Havia uma boa quantidade de pessoas fazendo a mesma trilha, então se nos perdêssemos seria fácil encontrar;

2- O caminho está bem sinalizado.

Outras Informações

Fizemos o percurso até a cachoeira e esse trajeto foram 7 km e 800 metros. Levamos cerca de 4 horas para concluir.

A recomendação é tirar um bom tempo para fazer ida e volta com calma, pois o caminho de volta é o mesmo de ida.

Atrativos dessa trilha: Praias e a Cachoeira

Essa região é muito conhecida por ter 10 praias uma colada na outra, além de ter uma Cachoeira. Queríamos ver as 10, mas com o tempo que tínhamos não seria possível, então fomos até onde deu.

  • Cardoso

A praia do Cardoso é a primeira que encontramos na nossa caminhada. Ela tem cerca de 285,5 metros de extensão.

É uma praia fácil de chegar e bem convidativa para um banho. Ela estava deserta, a única coisa que víamos ao longe eram os mariscais.

  • Lagoa ou Deserta

Agora entendo de onde veio o nome dessa praia. Bem próximo a ela existe uma lagoa e também estava deserta.

Ela tem cerca de 306 metros de extensão. O dia estava bem fechado e assim como a gente muitas pessoas resolveram apenas fazer trilha e não aproveitar as praias.

  • Triste

Essa praia tem 382 metros de extensão. E ela que dá o nome da nossa próxima parada.

Essa praia assim como as outras estava deserta, encontramos apenas com algumas pessoas indo e vindo.

  • Cachoeira da praia triste

Pensamos que seria mais difícil de chegar, por ter pouca sinalização. Mas não foi bem assim, em se tratando de sinalização estava bem fácil.

O que foi difícil eram alguns trechos no mato e uma subida íngreme e cansativa. Nessa parte é necessário atenção, pois o lugar tem alguns lugares bem desnivelados e com alguns buracos fundos.

A cachoeira tem algumas quedas, e quanto mais você vai chegando em outras quedas. Ela em si não é muito volumosa, então não gera um poço de água. A água tem uma coloração mais escura, sinceramente já vimos cachoeiras mais bonitas, como Santa Barbara em Alto Paraíso.

Porém é injusto comparar, pois o forte dessa região são as praias e não as cachoeiras. Foi ali que encontramos um local mais plano e paramos para fazer o nosso lanche.

  • Mirantes

No caminho existem vários pontos abertos que é possível ver toda a baía de Zimbros, a cidade de Governador Celso Ramos e também alguns pontos do Rio Tijucas.

  • Outras praias

Entre as praias maiores haviam as praias menores e que contam para que região tenha 10 praias ao total, porém elas não estão sinalizadas com seus nomes então não sei exatamente por quais passamos. Mas pela minha conta ao total passamos por 7 praias entre grandes e pequenas.

Quer fazer essa mesma trilha? Confere o mapa e os pontos de interesse.

Outras Trilhas que já fizemos

Confere aqui as outras trilhas que já fizemos em Santa Catarina.

Quatro ilhas até o Retiro dos Padres

Praia da Guarda do Embaú e Pinheira – Palhoça

Trilha do Morro do Macaco em Bombinhas – SC

Praia e Trilha da Tainha em Bombinhas

Conhecendo a Praia da Sepultura e a Trilha da Sepultura – Bombinhas – SC

Viu quanto lugar legal, fora do tradicional? Você conhece também cantinhos escondidos na sua região? Compartilha com a gente.

Recomendações

Para quem quer fazer trilha é importante fique atento:

  • Vá com roupas leves, porém recomendo calça e blusas de manga, pois o mato em alguns pontos é bem fechado e podem haver mosquitos;
  • Leve água e um lanche, pois a trilha é longa, mais de 4 horas ida e volta se você for só até a Cachoeira, se for até a praia Vermelha serão mais horas;
  • Tire uma manhã ou tarde ´para esse passeio;
  • Se for a primeira vez, melhor ir com alguém que conheça o caminho, principalmente se quiser ir até as piscinas naturais, pois ali não tem sinalização;
  • Verifique seu nível de condicionamento físico é compatível com a trilha.
  • Evite fazer trilhas quando estiver chovendo ou quente demais.

Trilha de Quatro Ilhas até a Praia do Retiro dos Padres

Trilha de Quatro Ilhas até a Praia do Retiro dos Padres

Fizemos essa trilha saindo da praia de Quatro Ilhas até a praia do Retiro dos Padres  em Bombinhas, junto com o grupo de trilhas que já comentei aqui no blog.

Se você não viu confere a Trilha da Tainha que fizemos com eles.

O nosso ponto de encontro foi na praça de 4 ilhas, saímos por volta das 9:20 e foram mais ou menos de 3 horas e 20 minutos para realizar todo o trajeto de quase 6 km. Tivemos um ganho de elevação 293 metros de altitude.

É claro ficamos uma parte do tempo parados para tirar fotos, contemplar a natureza e também fazer um lanchinho.

de 4 ilhas até o retiro dos padres Encontro na praça de 4 ilhas

Direções para chegar na Trilha

Saindo da praça de quatro ilhas pegamos a rua Anhantomirim a esquerda.

Não dobramos na rua ilha Bela, passamos direto pegando um caminho até um beco entre 2 terrenos, é apenas uma escadaria de terra bem rústica mesmo, então entramos a direita na rua tilápia, e viramos a esquerda por dentro do terreno da pousada do Arvoredo de Bombinhas e voltamos para a rua tilápia.

Dobramos na primeira rua a direita após uma pousada chamada vila Navegante no final dessa rua chegamos a uma pequena trilha com um mato meio alto na rua ubarana.

Atrativos da Trilha de Quatro Ilhas para a praia do Retiro dos Padres

Próximo a entrada da trilha temos um mirante que tem a visão para toda a praia de quatro ilhas. Lá além da belíssima visão tem um banquinho para recuperar o folego.

Recuperados continuamos por dentro da mata buscando chegar na Pedra de 4 ilhas, essa pedra é possível ver lá da pracinha que foi nosso ponto de saída. Ali temos outra visão de Bombinhas oposta ao que temos no Morro do Macaco. Fizemos mais uma parada, porque ali todo mundo queria tirar fotos e admirar a paisagem.

Nesse ponto decidimos ir até o dedo de Deus, que não estava nos planos. Quando chegamos ao lá, resolvemos fazer uma parada maior, para o lanche.

A paisagem do Dedo de Deus espetacular ali existem algumas pedras no local e o mar fica chicoteando elas. Que torna a visão ainda mais interessante.

Ainda na trilha há uma Pedra mais alta onde quem tem muita coragem consegue tirar boas fotos.

Depois de alimentados, saímos em direção ao Retiro dos Padres, lá iria se concluir o nosso roteiro.

Em um caminho alternativo – que não tinha saída – passamos por um local mais aberto na trilha, onde era possível ver o mar e também a praia do Retiro dos padres.

Voltando a trilha principal tivemos a oportunidade de parar na pedra do retiro, mas acabamos passando direto, mas queremos fazer essa pedra ainda.

Já na trilha que vai dar na praia do retiro dos padres haviam algumas pedras bem próximas ao mar, precisa sair do caminho principal e fazer uma pequena descida, a direita. O lugar é lindo.

Então chegamos final do nosso percurso na praia do Retiro dos Padres, que é linda por si só.

Detalhes da Trilha

Logo de início a trilha já começa em uma parte bem íngreme e com um mato meio alto.

A maior parte do tempo é possível ver a trilha, ela é na sua grande maioria reta. Mas em alguns pontos somente quem já fez a trilha saberia que por ali seria o caminho.

rota

Considero a trilha de média para difícil, pois ela fica boa parte em mato mais fechado e com muitas subidas íngremes. Então não recomendo para qualquer pessoa.

Na parte que pegamos para o dedo de Deus encontramos algumas ramificações que nos deixaram meio perdidos, mas no fim chegamos onde queríamos.

Recomendações

Para quem quer fazer essa trilha é importante ficar atento a essas recomendações:

  • Vá com roupas leves, porém recomendo calça e blusas de manga, pois o mato em alguns pontos é bem fechado e podem haver mosquitos;
  • Leve água e um lanche, pois a trilha é longa, mais de 3 horas;
  • Tire uma manhã ou tarde para fazer essa trilha;
  • Se for a primeira vez, melhor ir com alguém que conheça o caminho;
  • Verifique seu nível de condicionamento físico é compatível com a trilha.

Seguindo essas recomendações a sua experiência vai ser tão boa quanto a nossa. Que foi incrível! Valeu a pena, até mesmo porque elevamos o nosso nível de condicionamento e conhecimento sobre a região.

Confere também o vídeo que fizemos dessa trilha

Gostou da Trilha de Quatro Ilhas até a praia do Retiro dos Padres? Ajudou? Deixa seu comentário, é um prazer receber seu feedback.