Roteiro de Viagem em Florianópolis por 2 dias

Roteiro de Viagem em Florianópolis por 2 dias

Esse roteiro contempla duas situações totalmente opostas um dia com muito sol, perfeito para aproveitar as praias de Floripa e o outro de muita chuva o dia todo. Então tivemos que adaptar as atividades que fizemos.

Dia 1

  • Praia de Daniela
  • Praia da Barra da lagoa
  • Praia de Jurerê internacional
  • Almoço no Restaurante Dois Irmãos
  • Passeio de Carro por outras praias
  • Check-in no hotel Iate

Dia 2

  • Tomamos café mais tarde, porque o dia estava previsão só de chuva – que no final se concretizou
  • Passeio no shopping beira mar
  • Almoço no shopping
  • Organização das coisas para a volta para Bombinhas

Porque esse destino?

Decidimos ir para Florianópolis por duas situações:

1- Não conhecíamos nada da capital de Santa Catarina, todas vezes que fomos até lá a cidade só serviu de ponte para irmos para outros lugares, então achamos que era uma boa hora de fazer uma visita mais longa.

2- Iríamos receber uma visita e ela chegaria no aeroporto de Florianópolis, então aproveitamos para conhecer e mostrar para ela um pouco da cidade.

A experiência em Florianópolis

Percebemos que para se locomover com agilidade em Florianópolis o ideal era estar de carro, pois a ilha é muito grande e várias atividades ficam longe umas das outras.

Nas praias acabamos rodando de van mesmo, muitas delas tem estacionamento fácil – ainda mais em baixa temporada. Mas, para ir no shopping decidimos ir de uber.

Sabemos que a cidade sofre muito com engarrafamentos, porém não sentimos tanto, pois o período que ficamos era um final de semana e cidade estava tranquila.

Onde ficamos em Florianópolis:

Ficamos hospedados no Hotel Iate, que fica no endereço: R. Silva Jardim, 830 – Centro, Florianópolis – SC, 88020-200.

Decidimos ficar em um hotel por ser um período curto, porém lá existem muitas opções de hospedagens pelo Airbnb que sai muito mais em conta.

O hotel

Como estávamos em três pessoas queríamos mais conforto e espaço.

Ficamos em um quarto no primeiro andar, que acomodaria tranquilamente 4 pessoas.

No quarto haviam duas camas de solteiro e uma cama de casal. Além disso, tínhamos uma pequena sala e uma cozinha equipada com frigobar e pia. O banheiro do quarto era bem espaçoso.

O quarto de casal tinha uma cama queen e era separado por uma porta deslizante. Ali havia um guarda roupas com um cofre, que definitivamente cabiam muitas roupas!

Do nosso quarto dava para ver a marina que pertence ao hotel.

O hall de entrada e o salão do café da manhã eram bem espaçosos e muito organizados.

O café da manhã tinha uma boa variedade de pães, bolos, salgados e itens para fazer o seu próprio sanduíche. Havia também um café cremoso que foi a sensação, repetimos algumas vezes. Esse foi o quesito ponto alto dessa hospedagem.

O estacionamento do hotel não estava incluso na diária e custou R$25,00 por dia.

Porém tudo são flores nessa hospedagem encontramos alguns problemas que incomodaram.

1- O nosso quarto estava voltado para a parte de trás do hotel, ali próximo ficava a chaminé da cozinha, então não podíamos deixar nenhuma janela aberta senão o quarto ficava enfestado de cheiro de comida.

2- O elevador era muito pequeno, se houvesse um grupo maior que 3 lá dentro, já teríamos que esperar o próximo – por sorte ficamos no primeiro andar, então não foi um problema tão grande.

3- Só foi nos dado apenas um cartão do quarto e estavamos em 3.

O que fazer em Floripa?

A grande atração de Florianópolis definitivamente são as praias. A cidade tem cerca de 42 praias catalogadas. Porém tivemos dificuldade de aproveitar a cidade devido ao mal tempo. Por isso acabamos tendo que pular várias que queríamos ver.

Contudo das que visitamos houve uma que destacamos com a nossa favorita que foi a Barra da Lagoa.

O dia que fomos visita-la estava perfeito, sol, céu claro, o mar estava com ondas mais tranquilas e a água da lagoa estava cristalina. Rendeu excelentes recordações.

Atividades que não recomendo:

  • Praia de Jurerê internacional: é uma praia muito badalada da cidade. Ela tem uma otima estrutura para estacionar. Mas a praia em si não achei tão bonita, as ondas são muito pequenas. Creio que o grande charme dela é realmente a noite.
  • Almoço no Restaurante Dois Irmãos: outro lugar que não surpreendeu. Percebemos que ele é muito procurado pelos turistas então os valores acompanham a procura. Ele está em um ponto estratégico na praia da Barra da Lagoa e por isso acaba se destacando. Mas achei a comida apenas ok nada surpreendente e com valores caros. Não voltaria.

Essas foram as atividades que conseguimos fazer com o tempo que ficamos na ilha da magia.

Foi muito curto e o clima não ajudou então não conseguimos aproveitar tanto quanto gostaríamos, mas iremos voltar com certeza para explorar mais e aproveitar o que há de bom nessa cidade tão procurada pelos turistas.

E você conhece Florianópolis? Tem alguma sugestão do que fazer em dias chuvosos por lá? Deixa seu comentário.

Fizemos um vídeo falando um pouco da nossa visita, confere.

 

Visitamos a Cachoeira do Barata em Tepequém – Roraima

Visitamos a Cachoeira do Barata em Tepequém – Roraima

Sabe aquele momento que tem um feriado chegando e você decide fazer uma viagem rápida de final de semena? Tepequém é um desses lugares para ir visitar.

Para quem não conhece, “Tepequém” na verdade é a Serra do Tepequém, que fica situada no município de Amajari, em Roraima.

Da capital Boa Vista para a Vila, são aproximadamente 230km.

Mas nossa ida não era da capital de Roraima e sim do Amazonas, nesse caso, são quase 1100km de estrada. Uma viagem de aproximadamente 12 horas.

Linha do Equador na BR-174

E é nesses momentos que sempre falamos, é importante sempre planejar, verificar as possibilidades e se programar com antecedência.

Alugamos um Carro para a Viagem

Como iamos em 5 pessoas, Ayrlonn, Gabi, Mãe do Ayrlonn, Irmã da Gabi e o esposo dela. Ir no nosso carro ou deles, ficaria super apertado.

Com isso a solução seria ir em dois carros, porém seriam dois carros que iriam rodar 2200km pelo menos cada.

Em uma conta simples, cada carro iria gastar R$1000,00 fora qualquer manutenção necessára.

Levando isso em consideração, verificamos quanto está para alugar um carro no RentCars e o valor seria muito parecido com o preço apenas de gasolina de um carro.

Porém pegariamos um carro maior e mais espaço, afinal, 12 horas de estrada seria bem cansativo se estivessemos igual sardinha na lata né?

Época pra Visitar Tepequém

Tepequém tem sua particularidade, por ser o menor estado em população do país, a quantidade de pessoas que visitam a região é muito limitada.

Normalmente pessoas do estado de Roraima ou do Amazonas. Por isso, visistar a região em épocas normais, a cidade estará praticamente inabitada.

Até para encontrar um restaurante é complicado, então o recomendo é visitar o local em feriados, os mais recomendados são o Carnaval e a Páscoa, pois as cachoeiras normalmente estarão boas para banho.

Locais para Visitar em Tepequém

A Vila é pequena, mas tem diversas atrações para visitar. Vou aproveitar e trazer fotos de outras visitas para entenderem a dimensão das possibilidades.

Cachoeira do Barata

Cachoeira com várias quedas que criam pequenas piscinas naturais, dependendo da época, encontrará vazia e privativa para você aproveitar.

Cachoeira do Barata - Tepequém

Pôr do Sol no Abismo

Ao lado da Cachoeira do Paiva, seguindo mais uns 100 a 200m, você encontrará o Mirante do Abismo, local incrível para ver o pôr do sol e aproveitar para escutar o som da natureza.

Pòr do Sol no Mirante do Abismo - Tepequém

Cachoeira do Paiva

Próxima da cidade, com uma trilha simples e acessivel para chegar a cachoeira, terá uma grande queda e ao descer vai encontrando quedas menores.

Cachoeira do Paiva - Tepequém

Cachoeira do Sobral

Outra cacheoira bem extensa, fácil de chegar, e você pode ir decendo no sentido do rio em busca de um local tranquilo e que goste para tomar banho, em nossa ida está chuvendo, mas deu para aproveitar bastante.

Cachoeira do Sobral - Tepequém

Além de todas essas belezas, não podemos esquecer do Platô da Serra do Tepequém, é uma atração que ainda não conseguimos ir visitar, uma trilha para conhecer o platô e ver o nascer do Sol.

Tepequém é um local calmo e sempre trás uma boa energia para nós.